Você quer trabalhar no BB?

Como é a Estrutura de Cargos no Banco do Brasil?

marcogomes      quinta-feira, 3 de setembro de 2015

Compartilhe esta página com seus amigos
Como é a Estrutura de Cargos no Banco do Brasil

 

Por onde você vai ter que passar depois de entrar no BB

Você vai conhecer como funciona o encarreiramento, qual é a estrutura de cargos no Banco do Brasil e o que você pode ser na Rede de Agências, na Rede de Apoio e na Direção Geral do banco.

A porta de entrada para o BB é na função de Escriturário. Para a Carreira Administrativa não existe outra forma de acesso que não via concurso público, que é uma exigência legal.

Após ser aprovado em seleção, ser qualificado, o candidato toma posse no primeiro dia de um treinamento de duas semanas, onde vai se familiarizar com as rotinas, as normas, os sistemas e a cultura organizacional do banco.

Após este curso inicial o agora já funcionário se apresenta na agência para trabalhar. Normalmente o novo funcionário assume no banco prá trabalhar na Rede de Agências. Excepcionalmente pode ser chamado para a Rede de Apoio, mas não é a regra.

Então vamos tratar da regra: você foi aprovado, fez a qualificação e tomou posse. Participou do treinamento e se apresenta para trabalhar na sua agência. Normalmente você já esteve na agência durante o processo de qualificação e já viu os seus novos colegas.

Durante os primeiros 90 dias você vai estar cumprindo o período de experiência, para ver se você se adapta ao serviço e se o banco está satisfeito com a contratação. Se você tem o perfil de funcionário que o banco quer.

Passadas as duas avaliações durante a experiência, você inicia sua carreira no Banco do Brasil.

A primeira coisa que vão te oferecer é para trabalhar no “Caixa” da agência

Isto pode ocorrer mesmo antes de terminar o período de experiência, depende muito da agência que você for trabalhar e da quantidade de funcionários que estiverem na agência (nem sempre as agências estão com seu quadro completo, muito pelo contrário, provavelmente você está indo prá uma agência que está com falta de funcionários.

Você não é obrigado a trabalhar no Caixa, aliás você não é obrigado a assumir nenhum cargo ou função no banco, se não quiser. Normalmente também não é isto que acontece... trabalhar no Caixa te dá experiência e mais uns 40% no salário.

Nas agências de cidades maiores os caixas não são funcionários das agências. Nestes centros com mais de 5 agência, os caixas são vinculados a estruturas de apoio chamadas de PSO (Plataforma de Suporte Operacional), não são funcionários das agências. Então, nestas agências você só atua no Caixa se for transferido para as PSO.

A regra para pedir transferência para a PSO é a mesma que para transferência normal, 18 meses no prefixo.

Aqui um parênteses, duas coisas você precisa decorar: a sua matrícula, que é o seu número no banco. Ela é também o seu código de usuário para os sistemas do banco. E o prefixo de sua agência... estes números, você vai ocupar o tempo todo. A matrícula identifica você e o prefixo identifica a dependência que você trabalha. Pronto, fechando o parênteses.

Pegando pela maioria das agências, elas não tem PSO, então você pode ir para o Caixa já nos primeiros meses de trabalho (é a sua primeira “promoção”). E você pode gostar do trabalho e não sair mais do Caixa (tem casos assim)... só para esclarecer, o Caixa é aquele carinha que lida com dinheiro vivo na agência, trabalha no guichê, e que faz os pagamentos e recebimentos das pessoas que vão ao banco (recebe contas, desconta cheque, faz depósitos, etc).

Agora digamos que você não quer morrer Caixa

Então o caminho é a área de negócios, e o primeiro cargo na agência é o de Assistente. Como o nome indica você vai ser assistente de um gerente (ou de dois, três, depende...). Você vai ajudar o seu gerente a fazer negócios e atender os clientes.

Logo acima estão os Gerentes de Relacionamento

Segundo nível de comissionamento dentro das agências. Já é um cargo de 8 horas (até aqui os cargos são de 6 horas). Os Gerentes de Relacionamento são cargos de confiança, de gerência média, que administram Carteiras de Clientes.

Estas carteiras podem ser de pessoas físicas (PF), pessoas jurídicas (PJ), de agronegócios (Agro) e de governo. Existem vários níveis de relacionamento entre os clientes, que o banco chama de segmentação de clientes. Temos na PF os clientes de varejo simples (o carteirão), os clientes da carteira Personalizado, os Estilo, e Private. Na PJ também existe a segmentação das carteiras: varejão, PJ1, PJ2, Corporate... No Agro e Governo também.

Para cada segmento de clientes encarteirado, existe um nível de gerente, quando mais qualificados os clientes das carteiras, maior a remuneração do seu gerente. Ainda existem 2 níveis de gerencia média, o básico e o avançado, também com salários diferentes.

Ainda no nível da gerência média, existe o Gerente de Serviço ou de Módulo. É o mesmo cargo, também com os níveis básico e avançado. O Gerente de Serviço é funcionário da agência e o Gerente de Módulo é da PSO. Então nas agências que tem PSO este gerente não está no prefixo da agência e sim no da PSO, não é funcionário da agência.

O Gerente de Serviço ou de Módulo é o responsável pela parte administrativa da agência, pelos caixas, tesouraria, terminais eletrônicos, e tudo que não se refere aos negócios diretamente. Seria assim como um gerente administrativo.

 

Você quer receber atualizações do PassenoBB em primeira mão?

Acima da gerência média está o Administrador da agência

O banco chama suas agências de Unidades de Negócios, e numa Unidade de Negócios pode existir um ou dois Administradores. Um sempre existe, o Gerente Geral, que é o dono do boteco, o responsável por tudo dentro da agência, tanto a parte administrativa como, e principalmente, pela a área de negócios.

Em agências de maior porte existe também o Gerente de Negócios, também Administrador, que responde juntamente com o Gerente Geral pela agência.

Esta é a estrutura dentro das agências, em todo o país.

As agências são consideradas estruturas operacionais, ou seja, são elas que fazem o banco acontecer, é nelas que os negócios são realizados.

Na agência varia o número de Escriturários, de Caixas e de Gerentes de nível médio, mas sempre com um Gerente Geral e, às vezes, um Gerente de Negócios.

O BB tem mais de 5.300 agências. Tem umas com 5 funcionários e outras com 50, mas a maioria vai ter entre 9 e 20 funcionários.

Da mesma forma que existe a segmentação dos Gerentes de Relacionamento em relação aos clientes que atendem, também existem agências segmentadas. Não são muitas, mas existem agências que só atendem PF, dentro destas as agência Estilo, que atendem clientes de alta renda. Outras que só atendem PJ (Varejo ou só Atacado – grandes empresas) ou Agronegócios ou Governo.

Resumindo

A estrutura de agência do BB é mais ou menos assim: Escriturário > Caixa > Assistente > Gerência Média > Administração.

Fora das agências mas ainda dentro da área de negócios, existem estruturas estaduais que são chamadas de estruturas táticas, ou seja, que orientam as agências (operacionais) sobre as Estratégias do banco.

São as Superintendências Estaduais e Regionais

Existe uma Superintendência e, no mínimo, uma Superintendência Regional em cada estado do país. Exceção ao estado de São Paulo, que tem 5 Superintendências, cada uma com várias Regionais.

Na Regional existe um Superintendente Regional que é o responsável pelo resultado das agências da sua região e, normalmente, dois assessores. São estruturas bem enxutas. As Superintendências Estaduais são estruturas bem maiores e tem um Superintendente, que é o representante do BB no Estado, e 5 Segmentos: Segmento Pessoa Física, Pessoa Jurídica, Agronegócios, Desenvolvimento Sustentável e Segmento Administrativo. Esta é a estrutura básica, podendo variar um pouco de uma para outra.

Cada um destes Segmentos tem um Gerente e alguns Assessores.

Resumindo, na Super tem um Estadual, um ou mais Regionais, 4 ou mais Gerentes de Segmento e vários Assessores... um bom lugar para trabalhar.

Além das áreas de negócios, o Banco do Brasil tem uma série de Órgãos Internos, que podem ser de Apoio aos Negócios, mais próximos das agências e com serviços centralizados, que atendem várias agências e, às vezes, vários estados. Ou podem ser da Direção Geral, que são as Unidades Estratégicas e estão, na grande maioria, localizadas em Brasília.

Nos Órgãos Regionais

São realizados os serviços de suporte às agências e demais órgãos do banco. São os que fazem as compras, cuidam da manutenção de equipamentos, da conservação predial, da engenharia, jurídico, RH, , dinheiro, compensação, etc.

A estrutura dos órgãos internos é diferente

Neles existem Escriturários, Assistentes, Analistas, Gerentes de Grupo, Gerente de Setor e Administradores, que são os Gerentes de Área e Gerentes Gerais.

Já na Direção Geral

Estão as Unidades Estratégicas, que desenvolvem toda a estratégia corporativa dos negócios do banco. É lá em Brasília que estão os gestores dos produtos e serviços do banco (cartões de crédito, empréstimos e financiamentos, imobiliário, Tecnologia - desenvolvimento, suporte, TI, telecomunicações) Gestão de Pessoas, Relacionamento com a Imprensa, etc.

A estrutura de cargos nestes também é diferente. Na Direção Geral existem poucos Escriturários e Assistentes, e mais Assessores (em dois níveis de responsabilidade, e de remuneração), Gerentes de Divisão, Gerentes Executivos, Diretores, Vice-Presidentes e o Presidente.

Depois que você estiver dentro do Banco você vai se acostumar rapidamente com a nomenclatura dos cargos (que o banco vive mudando), vai conhecer a remuneração e a diferença entre os cargos. Não se preocupe com isto agora.

O objetivo aqui é dar uma visão panorâmica da estrutura de cargos e funções em vigor no banco do Brasil, para que você possa se localizar e ir se preparando para a batalha da concorrência para crescer lá dentro.

E como se dá este crescimento?

Neste post falamos um pouco sobre como acontece o crescimento na carreira do BB.

Se você acha que este texto pode ser útil para outras pessoas que também estão pensando em fazer concurso Banco do Brasil, compartilhe ou indique este blog.

Se você tem alguma dúvida ou curiosidade, coloque nos comentários. Eu terei o maior prazer em responder.

Se você não gostou comente também, para que os artigos possam ser útil para todos.

Abraço!


Você também pode se interessar por:

Reestruturação BB... o Retorno!!!

Na quinta-feira, 29 de junho, aconteceu um encontro de Diretores, Executivos e Superintendentes do Banco do Brasil... um encontro assim às vésperas do fechamento das metas do semestre (que ocorreu ontem, 30/06), é, no mínimo, para chamar a atenção.

Marco Aurélio Gomes sábado, 1 de julho de 2017

    continuar lendo...

Reestruturação do BB: Verdades e Mentiras!

Ontem, 20/11/16, por volta das 18 horas, eu recebi a primeira notícia com a confirmação de parte do que eu chamei de boatos no artigo publicado no dia 27 de setembro, "Como fica o concurso do BB quando a greve acabar?"...

Marco Aurélio Gomes segunda-feira, 21 de novembro de 2016

    continuar lendo...

Quem é Quem na Estrutura de Cargos do Banco do Brasil?

O labirinto de cargos e o que cada um faz dentro da estrutura do BB Prá quem ainda não sabe, a Estrutura de Cargos do Banco do Brasil, bem como de Salários existe há muito tempo... e o que isto quer dizer?

Marco Aurélio Gomes quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

    continuar lendo...

Comentários Anteriores


Roberto

13/07/2017

Oi Marco!
Meus parabéns pelo post, tem sido de muita ajuda.

Tenho uma pergunta: Sou acadêmico EAD da Universidade Paulista – UNIP.
Estou desenvolvendo trabalho acadêmico e utilizando o BB como empresa modelo.
A disciplina é Administração de cargos e salários. No trabalho preciso apresentar os métodos de Avaliação de Cargos utilizados no BB.
Já cansei de pesquisar na internet e não encontro nada a respeito.
Poderia postar ou sugerir um site ou outro elemento para obter informações?

Marco Gomes

13/07/2017

Oi Roberto,
Valeu a visita e o comentário.
Olha, você não vai encontrar nada público sobre essas coisas do BB.
São informações mais reservadas, digamos, institucionais… então não são disponíveis ao público.
Eu não sei onde você está…
Se estiver numa capital ou em Brasília, você pode procurar a Gepes, o órgão regional de Gestão de Pessoas, e tentar conseguir algum material com eles.
Explica a sua situação e pode ser que eles consigam te ajudar… mas também não é garantido… como eu disse, são informações reservadas.
Fora o “pessoalmente” e com uma boa justificativa, você não vai conseguir as informações que precisa.
abraço

Paulo Queiroz

29/06/2017

Olá, Marco.
Excelente post, com excelente linguagem.
Tenho uma indagação: na linha hierárquica, há diferenças entre os gerentes de relacionamento, os gerentes de expediente e os chamados gerentes UNICLASS?
Ou eles estão na mesma posição, em situação de paridade horizontal, submetidos a uma mesma chefia?
Você poderia esclarecer se o gerente UNICLASS detêm confiança especial em relação aos outros bancários?
Obrigado e parabéns pelo blog!

Marco Gomes

30/06/2017

Oi Paulo,
Valeu a visita e o comentário.
Hierarquicamente todos os gerentes que você cita fazem parte da gerência média, são pares. Não necessariamente vinculados a uma mesma chefia… depende do tamanho da estrutura.
Eu sinceramente não sei o que é o gerente uniclass que você menciona… vou tratar como gerente estilo e private, que são os gerentes de clientes alta-renda… também seguem o mesmo princípio, gerencia média… o que muda é o público que atendem (todos eles).
abraço.

Paulo Matheus

23/06/2017

Olá Marco Tudo Bem?

Eu queria Saber se Para Prestar Concurso Para Escriturário no BB é preciso ter alguma graduação ou melhor dizendo títulos para poder inscrever-se no Concurso.!! é obrigatório ou não?????

Marco Gomes

23/06/2017

Oi Paulo,
A exigência de todos os editais até hoje foi o nível médio completo… não precisa de graduação nem de títulos prá fazer o concurso.
abraço

Paulo Matheus

30/06/2017

Só Mais uma Pergunta!!!!…..
Em Relação ao Concurso da Receita Federal exige tbm títulos e alguma graduação ou não?

Marco Gomes

30/06/2017

Oi Paulo,
Olha, vou ficar devendo… não tenho a menor ideia de como funciona o concurso da Receita Federal… não esqueça que você está num blog sobre o Banco do Brasil, ok.
Tem que procurar por aí na internet alguém que possa te ajudar nesse assunto.
abraço

Larissa Machado

19/06/2017

Ola, sou a larissa.
Eu fui contratada pelo Banco do Brasil do meu municipio por curriculo como estudante aprendiz com contratado de 2 anos. Trabalho a um mes e vou embora pra outro municipio daqui a 6 meses. Tem como eu transferir o meu estagio para o municipio onde eu vou morar?

Marco Gomes

19/06/2017

Oi Larissa,
Valeu a visita e o comentário.
Pelo que entendi você é menor aprendiz, certo?
Não tem como transferir, já que o seu vínculo é com a agência e não com o banco.
Agora nada impede que você se candidate em agências do município onde você vai morar…
Abraço e boa sorte!

Márcio Alves

17/06/2017

Ola Marcos, em relação a tatuagens, tenho algumas no braço que daria para cobrir com uma camisa social de manga longa. Passando no concurso eu posso ser eliminado no processo de seleção, ou isso pode afetar na minha carreira dentro do Banco? Quais são as regras de vestuário que o funcionário deve seguir dentro da agência?
Desde já agradeço, abraços.

Marco Gomes

19/06/2017

Oi Márcio,
Valeu a visita e o comentário.
Olha, não existe preconceito oficial quanto à tatuagens no banco… quer dizer, o BB não tem nada contra tatuagens.
Agora, isto não se aplica a eventuais funcionários ou clientes. Apesar de o banco não trazer nada em suas instruções normativas que desabone as tatuagens, pode ser que você encontre colegas e/ou clientes que podem não gostar ou serem contra elas (acho que você já deve ter passado por experiências assim, de pessoas que são contra)… gente é bicho esquisito mesmo.
Então não se preocupe com isto… não vai acontecer nada, nem a favor nem contra, por parte do banco.
Só tem que ficar esperto com a reação das pessoas… até porque tem também todo tipo de tatuagem… e eu não sei o que você tem tatuado.
Quanto ao vestuário, especificamente em agências, o banco tem instrução normativa, regras para elas… são superficiais, mas são regras.
O que você tem que ter em mente é que o vestuário dos funcionários tem que condizer com o ambiente bancário… ou seja, um ambiente íntegro, que inspire confiança, credibilidade… até porque lida com o dinheiro dos outros.
Beleza? Não se preocupe com isto ainda.
abraço

Gustavo BG

05/06/2017

Como funciona a carreira no Banco do Brasil fora no exterior?

Marco Gomes

05/06/2017

Oi Gustavo,
Olha eu já andei respondendo umas perguntas sobre o BB no exterior… se quiser dar uma procurada, pode ter mais detalhes nos comentários.
Na verdade não existe carreira no exterior.
Nas agências do BB fora do país, os funcionários são locais ou, pelo menos, moram lá (podem até ser brasileiros, mas residem no país da agência), e são contratados por lá mesmo.
Só os administradores é que são funcionários concursados do banco aqui do Brasil… de vez em quando são abertas seleções para administradores no exterior, e outras vezes são indicados pela diretoria para atuar lá fora.
Só que tem que ser, no mínimo, administrador aqui para poder se candidatar a ser administrador fora do país.
Beleza?
abraço

Rodolfo

23/05/2017

Boa Noite Marco tudo bem?

Sou formado em Comunicação Social (Radio e TV) e estou fazendo cursinho para escriturário do BB, porém meu grande desejo sempre foi atuar com comunicação, gostaria de saber se existe algum setor de marketing/comunicação que possa atuar e se tem, qual a possibilidade de ingressar nesta área depois de passar pelo banco?

Marco Gomes

23/05/2017

Oi Rodolfo,
Existe sim uma área grande de comunicação e marketing no BB… fica em Brasília. Tem inclusive uma produtora de TV, a TVBB.
O problema é que lá só tem cargos comissionados… então não dá prá ir assim tão rápido ou fácil.
Mas, sim, existe a possibilidade de ir prá lá… só que demora um tempinho.
abraço

Rodolfo

24/05/2017

Obrigado pela resposta Marcos

Marco Gomes

24/05/2017

Valeu Rodolfo!

Antonio

07/05/2017

Marco,

A instituição de ensino que o funcionário formou pode exercer algum diferencial no crescimento lá dentro? Ou o que mais conta é o desempenho e performance do funcionário?

Digo isto pois as melhores graduações na area de negocios estão nas capitais, e sou do interior.

Marco Gomes

08/05/2017

Oi Antonio,
Não, a origem da formação não é levada em conta, não é um diferencial para efeito de crescimento na carreira.
Claro, quanto melhor a formação, melhor o nível de conhecimento (pelo menos na teoria).
A formação acadêmica é um dos fatores de pontuação em concorrências a cargos, mas não a instituição formadora, a outra parte da pontuação é experiência e competência.
abraço

Caio

06/05/2017

Olá, estou a cursar Direito na PUC – RJ, gostaria de saber se é possível encaixar. Meu conhecimento jurídico em alguma área do banco, no início de carreira; também, se é possível a transferência para uma agência nos arredores do Centro do RJ, pois curso direito na Gávea à noite. É possível encaixar a faculdade com a carreira bancária?

Marco Gomes

06/05/2017

Oi Caio,
Claro que é possível… conhecimento sempre é útil, em qualquer carreira.
Agora, prá atuar como advogado, no banco, só na área específica, que não é em agência.
O BB tem uma área de direito: a Cojur, em Brasília, e as Ajures, que são regionais (por grupo de estados).
Então no início de carreira é difícil ir prá essas áreas… demora um tempinho até você consolidar sua carreira e poder concorrer para a área jurídica… isto não quer dizer que você não vai aproveitar seus conhecimentos em agências, só que não como advogado.
Quanto à transferência de agências, demora também um tempo. Existe um pedágio depois da posse para poder concorrer à transferência, normalmente de 18 meses.
O melhor é tentar se inscrever na micro mais próxima ao local onde quer trabalhar, embora isto não garanta a posse lá.
Tem que pensar mais sobre isto.
abraço

MARCOS ANTONIO DE SOUZA

27/03/2017

Sou da área de TI e tenho pós graduação em banco de dados, gostaria de saber se há possibilidade de fazer uma boa carreira no BB.

Marco Gomes

27/03/2017

Oi Marcos,
Valeu a visita e o comentário…
Olha, o banco tem uma área grande de TI, em Brasília.
É claro que há possibilidade de fazer carreira na área, só que (sempre tem um só que…), primeiro você tem que entrar no BB como bancário, via concurso para escriturário.
Eu já ouvi comentários de que houve um concurso para a área de TI do banco, mas desconheço como funciona.
Então o caminho é fazer concurso para escriturário e, depois de um tempo na área comercial, tentar uma transferência para a área tecnológica do Banco… tem que ter um pouco de paciência, para seguir os passos da mudança da área administrativa para a área técnica, mas é possível, sim.
abraço

Jonatas

25/03/2017

Olá marcos , faço engenharia de produção e pretendo ir para a area bancaria ela e uma area que o engenheiro de produção pode atuar?

Marco Gomes

25/03/2017

Oi Jonatas,
Valeu a visita e o comentário.
Já respondi uma pergunta como esta sua no começo do ano… então vou mais ou menos nos mesmos termos, ok.
Existe uma área de engenharia dentro do BB… e até grande para um banco.
Tem o comando da área, em Brasília, e em algumas capitais… existia um plano de ter um núcleo de engenharia em cada capital, mas isso não deve acontecer, e a tendência é a centralização em apenas algumas capitais, que já centralizam outros serviços (se não me engano… Curitiba, São Paulo, BH e Brasília).
Só que… sempre tem um só que… desconheço que existam engenheiros de produção nos quadros da engenharia… tem civil, mecânica, elétrica e até florestal e ambiental, mas acho que não tem na sua área.
Então tem que ser como bancário mesmo.
abraço

Tiago Nunes

25/03/2017

Ola Marcos,
Queria saber sua opinião acerca da liberação da terceirização sem restrição, ate mesmos nos órgãos públicos, e o que se comenta em relação a isso no setor bancário.
Ja estava difícil sair o edital, agora, vejo que complico e muiiiiiiito, ate porque, devido a panelinha da base de Temer ter votado a favor dessa reforma reforma trabalhista, que ao meu ver puxa a sardinha mais para o lado dos empresários do que para o próprio trabalhador, duvido que ele vetara algo.
Grade abraço Marcos e valeu pelo blog, pois eh de grande ajuda para muitos.

Marco Gomes

25/03/2017

Oi Tiago,
Dá uma olhada nos comentários do último post… lá já tem algumas perguntas e respostas sobre a terceirização.
Resumindo… não, o presidente interino não vai vetar a Lei.
E, dependendo como a Lei “pegar”, vai complicar um pouco a vida dos concurseiros… pelo menos em relação às vagas, que devem diminuir.
De qualquer forma, vamos aguardar prá ver como a coisa anda daqui prá frente… muita água ainda vai rolar.
abraço

carlos

24/03/2017

Olá, eu estou em duvida vou começar agora meu curso de graduação e eu quero fazer algo que me possibilite em trabalhar em bancos, estou em duvido qual seria o curso ideal para eu fazer, gestão publica ou gestão financeira, qual seria a melhor opção para eu.

Marco Gomes

24/03/2017

Oi Carlos,
Olha… eu acho arriscado você fazer uma graduação visando o emprego que você almeja.
O ideal seria fazer uma graduação que tenha a ver com o que você quer prá você… a não ser que as coisas coincidam… o que você quer e o que seria bom para um bancário.
Entre as 2 que você citou, eu ficaria com a gestão financeira, que sempre será útil num banco. Já gestão pública reduz muito o espectro de atuação.
Se isto te ajudar…
abraço

carlos

25/03/2017

Obrigado pela dica, como você falo tenho que fazer algo que tenha a ver com eu, tipo meu sonho é poder trabalhar em bancos ou ate mesmo trabalhar em outros tipos de empresas no setor de finanças,controlar setores etc. E por isso vou optar em fazer gestão financeira e fazer uma especialização em recursos humano, oque você acha sobre essas formações que eu desejo fazer é o ideal para minha carreira ou você indica mais cursos profissionalizante, obrigado pela atenção.

Marco Gomes

25/03/2017

Oi Carlos,
Se você tem afinidade com a área, o melhor mesmo é fazer Gestão Financeira.
Quanto à especialização (necessária se quiser crescer, pelo menos no BB), dá prá deixar um pouco mais prá frente a decisão, não sei se RH seria uma boa opção para a área de finanças… primeiro tem que começar a faculdade, depois entrar num banco (concurso ou particular)… daí você vai ter tempo prá pensar mais e melhor sobre o futuro. Por enquanto se concentre no que é mais imediato, o que vem depois você decide depois.
abraço

carlos

25/03/2017

É que na verdade a especialização em RH seria para que me desse oportunidade de trabalhar em outras áreas sabe eu quero fazer esses cursos para que eu possa atuar em varias áreas diferentes quando mais cursos mais oportunidade de emprego então eu faço gestão financeira para atuar nessa área como em bancos, empresas etc. E RH para que me desse mais oportunidade de emprego em uma área que não necessariamente seja nas finanças e aumentaria minhas chance para entrar em uma empresa, assim eu tenho 2 áreas diferentes de trabalhos.
obrigado pela atenção.

Marco Gomes

25/03/2017

Beleza Carlos,
Boa sorte e sucesso!
abraço

Gleisson Duarte

07/03/2017

Boa Tarde…

Existe a possibilidade da pessoa conseguindo entrar no Banco do Brasil, ela não conseguir ser contratada? Existe um período de experiencia?

Marco Gomes

07/03/2017

Oi Gleisson,
Valeu o comentário e a visita.
Sim, tem um período de experiência de 90 dias, após a posse… neste período você será avaliado quanto ao seu comportamento, relacionamento, capacidade de aprendizagem e potencial de vendas.
São duas avaliações, uma informal, mais ou menos na metade do período, e outra formal, no final do período, e que vai determinar sua contratação definitiva ou a dispensa, o encerramento do contrato de trabalho.
Não dá prá dizer se o período de experiência é fácil ou difícil… depende do candidato e do avaliador, da agência em que você for trabalhar.
O que dá prá afirmar é que a maioria passa pelo período de experiência sem muitos traumas… e alguns ficam pelo caminho, ou por não ter o perfil desejado pelo banco, ou por desistirem mesmo… tem pessoas que não se adaptam ao trabalho do banco.
Tem alguns artigos aqui que eu comento sobre o período de experiência… se tiver tempo e paciência, dá uma olhada.
abraço

Gleisson Alexsandro Duarte

07/03/2017

Boa noite…

Eu vou fazer só mais uma pergunta. Atualmente trabalho na área de segurança, trabalho metade do meu tempo na fábrica e metade no escritório. Você acha que a adaptação de uma área para outra, no caso, de tst para escrituário seria tranquila em três meses?

Marco Gomes

08/03/2017

Oi Gleisson,
Olha, não tem como afirmar… vai depender exclusivamente de você.
O banco procura funcionários que o ajudem a melhorar o seu resultado, seu lucro… e também que não sejam problemáticos…
Então, se relacionar bem com clientes e colegas… e vender produtos e serviços do BB, são requisitos que o banco vai te cobrar durante o período de experiência.
Se você não tem problema com essas competências, não tem porque se preocupar.
abraço, e fique à vontade prá voltar quando quiser, ok.

Gleisson Duarte

11/03/2017

Marco Gomes bom dia…

Vamos supor uma hipotese. Eu estou trabalhando em uma empresa com carteira assinada e resolvo fazer a prova. Fiz a prova e passei. Existe um tempo minimo para o Banco me chamar, ou eles chamam de imediato? visando claro que eu teria que sair da empresa na qual estou trabalhando atualmente. Eu estou perguntando isso, para não deixar a empresa que eu trabalho na “mão”, até eles terem tempo para arrumar outra pessoa, que seria o tempo do meu aviso prévio.

Marco Gomes

11/03/2017

Oi Gleisson,
É difícil determinar o tempo que o banco leva prá convocar os aprovados… depende de muita coisa, como no último concurso, que tem mais de ano e não chamou ninguém até agora.
Já teve concursos que chamaram de imediato… então não dá prá prever, e não existe uma regra determinando isto… vai depender, ok.
Não se preocupe com o seu emprego atual, vai dar tempo de resolver tudo, com o atual e com o futuro emprego… você não é o primeiro nem será o último nesta situação, que é bastante comum.
abraço

João

05/03/2017

Boa noite Marco. Ótimo blog!
Tenho uma pergunta. Existe a possibilidade de transferência para outra agência em outro estado do País? Por exemplo, se passo no concurso para escriturário, estou em São Paulo, gostaria de trabalhar no nordeste, posso eu ser transferido ou pedir transferência? Como funciona?
Grande abraço

Marco Gomes

07/03/2017

Oi João,
Valeu o comentário e a visita.
Depois que você entra no banco, cumprido o período mínimo que você tem que ficar na dependência (depois da posse ou de outra transferência, que normalmente é de 1 ano e meio), você pode pedir transferência para qualquer agência no país… não há esta coisa de micro ou macrorregião… o país é o limite (não pode pedir prá ir pro exterior).
Normalmente é você que pede transferência, o banco não transfere escriturário, a não ser em situações extremas, então quase sempre a iniciativa de trocar de agência é sua.
Existe um sistema informatizado de transferência, você se inscreve no sistema, depois de cumprido o prazo mínimo (se não o sistema não aceita), e indica as agências que deseja trabalhar… se tiver vaga no destino e você for o primeiro colocado na concorrência, é automaticamente transferido (estou falando só de escriturário, para quem tem cargo comissionado é diferente).
É um assunto muito extenso prá entrar em detalhes aqui, mas é mais ou menos assim, ok.
abraço

Gustavo BG

10/02/2017

Muito bom este Blog, parabéns.
Uma única pergunta, ao tomar posso no banco, o fato de já ter formação superior, já ganha mais no salário?

Marco Gomes

10/02/2017

Oi Gustavo,
Valeu a visita e também o comentário… se gostou, pode espalhar!
Não Gustavo… o curso superior não vai aumentar seu salário, até porque a grande maioria dos novos funcionários do banco já entram com formação superior… e tem alguns que entram já com pós ou mestrado.
Nos dias de hoje, eu diria prá você que o curso superior não é mais um diferencial, mas sim um pré-requisito prá crescer na carreira… pelo menos no BB.
abraço e se prepare para continuar estudando!

Gustavo Barata Gomes

10/02/2017

Mais uma pergunta: moro em Criciúma, SC, aqui deve ter uma superintendencia regional, ela têm um departamento de TI , contabilidade, RH ? Ou estas estruturas somente na capital do estado ou em Brasilia?

Marco Gomes

11/02/2017

Oi Gustavo,
Certamente a agência de Criciúma pertence a uma Regional (Superintendência), só não tenho certeza se é sede de uma… mesmo que seja, a Regional é composta por um Superintendente Regional mais 1 ou 2 assessores, não tem nenhuma outra estrutura nela.
TI (Ditec) e Contabilidade só em Brasília, e a Gestão de Pessoas tem regionais nas capitais de todos os estados (por enquanto, com tendência de centralização), a Dipes, que é a diretoria de Pessoas, também em Brasília.
abraço

Gustavo BG

13/02/2017

Mas nas regionais tem funcionários na área de TI, por exemplo, por que, caso de algum problema, só nas centrais para ajudar ? Tudo com suporte remoto?

Marco Gomes

13/02/2017

Oi Gustavo,
Não, não tem… os assessores são para a área negocial, normalmente um prá PF e outro prá PJ.
As Super Regionais são negociais.
No caso de problemas, existem outras áreas que auxiliam, normalmente com suporte remoto mesmo.
Se precisar, os técnicos terceirizados vão resolver (no caso de infra).
abraço

Leticia de Oliveira

30/01/2017

Olá Marco! Obrigada pelo blog, está me ajudando bastante!
Terminei o ensino médio por agora e ainda não penso no ensino superior, quero continuar estudando para o BB e assim que passar, fazer uma faculdade para progredir la dentro. Qual curso você indica?
abraços

Marco Gomes

30/01/2017

Oi Leticia,
Valeu a visita e o comentário.
Olha, o ideal é você conciliar suas habilidades com a necessidade do banco… não adianta você pensar em fazer um curso que não tenha afinidade com você… vai ser um saco.
Os cursos mais aproveitados pelo banco e que tem maior pontuação no sistema de concorrências, são os cursos com afinidade a área comercial do BB: administração, economia, direito, contábeis, etc…
Mas também tem outras áreas de conhecimento que podem ser aproveitadas no banco.
Veja o que te agrada, porque ficar 4 anos estudando num curso que não te diz nada é barra.
abraço

Leticia de Oliveira

02/02/2017

Obrigada pela resposta.
Me identifico muito na área de informática, acha que esses cursos abaixo são apropriados para quem quer seguir uma carreira bancária?

“Sistemas da Informação”
“Ciência da Computação”
“Engenharia da Computação”

Marco Gomes

02/02/2017

Oi Letícia,
São excelentes cursos, inclusive prá fora do banco.
Eu acredito que com alguma dessas formações, você terá que buscar a área de TI do banco, que é muito grande e sempre tem carência.
Tem que entrar como escriturária mesmo e depois de um tempo procurar um lugar na área de tecnologia do banco… dá tranquilo.
abraço

Renato

27/01/2017

Oi Marco!
Primeiramente, obrigado pelo seu blog , ele esta me ajudando muito a esclarecer as coisas. Sou iniciante em concursos mas sonho em trabalhar no BB mas tenho algumas duvidas. Dentre todas as coisas que você mencionou, eu gostaria de saber, se você poderia me dar alguns exemplos sobre tarefas diárias de um escriturário no BB, pode ser 1 ou 2 tarefas somente. Eu sou formado em publicidade, estou disposto a ser treinado e dar o máximo de mim, quero ser um funcionário útil mas estou inseguro com relação ao o que realmente irei realizar la dentro como escriturário.
Apos o treinamento, o que realmente se espera receber como tarefas em geral, de forma resumida.
Obrigado !!

Marco Gomes

27/01/2017

Oi Renato,
Valeu a visita e o comentário.
Olha, vamos pegar o mais comum, que é o escriturário assumindo em agência, ok.
O trabalho do escriturário é basicamente atendimento ao público e oferta de produtos e serviços.
Normalmente o escriturário começa a trabalhar um pouco antes da agência abrir e vai embora um pouco depois de a agência fechar para o público…
Então normalmente o dia de trabalho do escriturário começa ajeitando o que ficou de pendência dos dias anteriores (sempre tem pendência), e vai prá sua mesa atender os clientes que querem resolver seus problemas no banco (normalmente eles vem pro banco prá resolver problemas… cadê o dinheiro que tava na minha conta, atualizar o endereço, a renda… porque não consigo tirar folha de cheque, aumenta o limite do meu cartão? Tira meu nome do CCF… e por aí vai). Outra coisa que eles vem fazer é procurar dinheiro, fazer empréstimo…
E, de outro lado, ou aproveitando que o cliente está na sua mesa, ou entrando em contato com ele (normalmente por telefone), para ofertar (vender) produtos e serviços do banco, dependendo do que está sendo cobrado pelos superiores para aquele dia… normalmente crédito e seguridade, mas pode ser qualquer coisa, dependendo das metas da agência ou da Regional ou da Superintendência Estadual.
E para fazer isto, o escriturário vai utilizar os sistemas informatizados do BB, praticamente o dia inteiro na frente do computador e de clientes.
Depois que a agência encerra o expediente externo, se não ficar ainda uma penca de clientes lá dentro prá ser atendido, tem que começar a resolver os problemas que ficaram depois que o cliente foi prá casa, as tais pendências.
É mais ou menos por aí… atividades de escritório, atendimento ao público e venda de produtos e serviços bancários.
beleza?
Abraço

Renato

27/01/2017

Oi Marco! Muito obrigado pelo seu esclarecimento!
Eu acredito que essas atividades sejam praticáveis com tranquilidade depois de um tempo de experiencia no cargo, não dizendo que seja fácil, mas como sou da área de humanas, estava preocupado se o cargo exigisse um altíssimo conhecimento em mate matica financeira (algo que se necessário, irei estudar com certeza). Eu sou um cara muito esforçado, se possível, gostaria de perguntar soh mais uma coisinha. Seria muito difícil passar no estagio probatório de 3 anos e ganhar a estabilidade? Se eu for bem esforçado, pontual e fazer o q tenho que fazer? Ou costuma ser uma questão de dar o sangue e um privilegio de poucos que passam? Um abraco e obrigado novamente!

Marco Gomes

27/01/2017

Oi Renato,
Deixa eu começar com 2 correções na sua pergunta:
Primeiro, o período de experiência (contrato probatório como vc colocou), é de 90 dias e não de 3 anos. É o período permitido pela CLT, que o banco adotou há alguns anos (antes não tinha).
E segundo, você não ganha estabilidade após o período de experiência… embora muitos acreditem que o banco é um banco público e, por consequência, o funcionário do banco é um servidor público, não é.
O funcionário do banco é um empregado de uma empresa de economia mista, cujo controle de capital (controle acionário) está com o governo.
Então o funcionário do BB não tem estabilidade no emprego.
Existe uma tradição de o banco não demitir funcionários sem justa causa e sem um processo administrativo que comprove a necessária saída dos quadros do banco… não é estabilidade.
Tudo bem que o funcionários do banco tem uma estabilidade maior que o de outros bancos, ou de outras empresas de mercado, mas não confundir esta forma de tratar as questões funcionais como estabilidade. Ela não existe, e o banco pode “quebrar” esta tradição quando bem entender.
Com relação à aprovação no período de experiência e passar a integrar o quadro permanente de pessoal, não é um bicho de 7 cabeças.
Durante este período inicial de 90 dias, o banco vai avaliar se você tem o perfil que o banco quer e precisa.
Vai ver se você se adapta às normas internas, seu comportamento, sua produtividade, sua dimensão interpessoal, sua capacidade de aprender, de vender… enfim, vai verificar se você vai poder ajudá-lo a ter mais lucro.
Se entender que o seu trabalho vai contribuir para os resultados do banco, não vai ter problema… a conta é mais ou menos esta: você é capaz de produzir mais do que custa? Então beleza… caso seus superiores avaliem que você vai custar mais caro do que é capaz de produzir, vai te dispensar.
Mas antes disto eles vão te dar um feedback, mais ou menos na metade do período, te dizendo como eles estão vendo o seu desempenho e te dando oportunidade de se reposicionar (se for o caso).
Então, se você conseguir se adaptar ao ritmo que o banco quer, pode ficar tranquilo.
abraço.

Renato

28/01/2017

Oi Marco!
Nossa muito obrigado pelo seu tempo e sua resposta completa e detalhada! Eu não tinha a minima ideia sobre esses detalhes do banco e da carreira! Mais uma vez, obrigado pela sua resposta elaborada e pelo seu blog, ja ta aqui no favoritos! Um abraco!!

Marco Gomes

28/01/2017

Valeu Renato,
Fique sempre à vontade.
abraço

Luis Filipe

20/01/2017

Olá Marco, tudo bem?

Parabéns pelo trabalho. Com certeza está ajudando à muita gente.

Gostaria de saber se podes me ajudar com a seguinte questão: trabalhei em dois bancos privados durante 15 anos, onde atuei como gerente de carteira em ambos. Saí do banco para montar meu negócio, mas com a crise que vivemos me sinto inseguro. Sendo assim, voltei a mirar concursos públicos, principalmente a área bancária, que eu gosto e aprendi a fazer. Mas enfim, Você acha que essa experiência pode pesar dentro do banco, para que eu alcance uma promoção?

Marco Gomes

22/01/2017

Oi Luís Filipe,
Valeu à visita e o comentário.
Claro que a sua experiência vai ajudar… Muito mais em termos de você já ter as manhas, do que em termos de pontuação e tal.
O fato de você já ter atuado, pode abreviar o tempo de espera por progressão na carreira.
Tudo vai depender do seu desempenho.
Abraço

Maria Amanda

01/10/2016

Olá!
Sou formada em Administração com pós em negócios imobiliários,
sempre trabalhei com crédito imobiliário e pretendo fazer o concurso
do BB para trabalhar nessa área.
Será que é possível após passar no concurso pedir transferência para
essa área?

Grata.

Marco Gomes

01/10/2016

Oi Maria,
Em quase todas as agências tem gente que trabalha com crédito imobiliário, e também com uma penca de outras coisas.
Par trabalhar só com CI, só indo para a diretoria… Daí demora um pouco.
Tem o período de pedágio prá pedir transferência, que é de 18 meses, e tem também a dificuldade de se conseguir transferência para as diretorias… Mas é possível, sim, chegar lá… Tem que ter um pouco de paciência, e mostrar serviço.
Valeu a visita e o cometário.
Abraço

Maria Amanda

02/10/2016

Marco,
Só mais uma pergunta: o CENOP aqui de São Paulo é uma diretoria?
Falo isso porque sempre tive contato trabalhando com C.I Banco do Brasil.
Também tenho o curso de correspondente bancário. Preciso de mais alguma certificação
interna para poder trabalhar na área?

Obrigada.

Marco Gomes

02/10/2016

Oi Maria,
O Cenop Imobiliário (acho que mudou de nome recentemente), não é uma diretoria, é o centro de serviços que centraliza a operacionalização do crédito imobiliário do país.
A diretoria é em Brasília.
Não é só a formação que determina se você vai ou não trabalhar em determinado lugar, depende de muitos outros fatores… querer e saber é um bom começo… mas sua carreira é feita no dia-a-dia e com sua rede de relacionamento.
Eu sempre fico meio assim quando vocês comentam aqui que querem ir trabalhar em um lugar bem específico… ou no imobiliário, ou na engenharia, ou no jurídico… eu acho complicado estudar pro concurso já contando com um cargo em algum lugar.
Eu sempre procuro deixar claro aqui que o concurso é para escriturário, prá bancário…
Pode ser que vocês se decepcionem diante das dificuldades de ir para o lugar que gostariam.
Não percam a perspectiva do concurso, e não pensem que é simples se movimentar entre os locais de trabalho, prá não se arrepender depois.
Agraço

Maria Amanda

03/10/2016

Obrigada pelas informações.

Abraço.

Marco Gomes

03/10/2016

Valeu Maria Amanda!
abraço

Vinícius Veridiano

12/09/2016

Bom dia, Marco, eu li em alguns de seus comentários que você achava que o concurso poderia sair no fim de Setembro, devido a todas as alterações no cenário político e econômico do país, você ainda acha que o concurso poderá sair no fim de Setembro? E acha que já irá abrangir os Estados que venceram a validade do concurso em Maio? E li em um artigo que o nosso atual presidente da República pretende privatizar o BB, você acha que isso é possível?
Desculpe tantas perguntas, se puder a todas seria muito bom, obrigado!!

Marco Gomes

12/09/2016

Oi Vinicius,
Valeu a visita e o comentário.
Olha eu continuo achando que sai o edital até o final do ano… não tenho nenhum motivo prá achar isto, só acho.
E, se sair, deve pegar todas as regiões com edital vencido.
Já com relação à privatização, este é um tema antigo, mas acho que ainda não será desta vez.
Abraço

FELIPE OLIVEIRA BARROS DE SOUZA

11/09/2016

Marcos, tudo bem? Ouvi há pouco sobre o concurso do Banco do Brasil e vim aqui dar uma pesquisada. Quero, primeiro, parabenizá-lo pelo excelente trabalho. Li todos os comentários e que dedicação à sua de cada dúvida. Que seus planos prosperem, meu amigo!

Quanto a minha dúvida, é o seguinte : li sobre o plano de carreira no Banco, sobre o TAO… Eu curso Engenharia de Produção e pelo o que eu li, minha graduação poderá me ajudar dentro do Banco. Queria te perguntar se você tem experiência com algum Engenheiro de Produção ou sabe algo sobre a carreira de alguém com essa formação no Banco do Brasil visto que esse profissional, se não me engano, segundo a ABEPRO (Associação Brasileira de Engenharia de Produção) possui qualificação pra trabalhar com organização financeiras.

Grande abraço!

Marco Gomes

11/09/2016

Oi Felipe,
Obrigado pela visita e também pelo comentário.
Olha eu não lembro de ter visto um cargo específico para a sua graduação. Não conheço nenhum engenheiro de produção atuando na sua área. Tem muitos engenheiros atuando na profissão, mais na área de civil, elétrica, mecânica, florestal, ambiental…
Mas tudo é muito dinâmico e quem sabe não se abre um espaço para sua área também. Até bem pouco tempo não havia a área de ambiental, por exemplo.
Tem muito espaço no banco, de repente você consegue atuar em outra área utilizando os conhecimentos que tem agregando uma especialização.
Abraço

Rodrigo

09/09/2016

Prezado, sou gerente de relacionamento em uma agência em Curitiba. Não tenho travas, mas preciso muito me mudar para São Carlos – Sp. Isso conciliaria o trabalho do meu cônjuge e família que estão mais próximas. Qual o melhor canal para isso? Já estou tentando a 02 anos.

Marco Gomes

09/09/2016

Oi Rodrigo,
Valeu passar por aqui e também pelo comentário.
Olha, não é muito fácil transitar para o lugar que desejamos, infelizmente.
O melhor caminho sempre é o Regional… O seu e o de onde você quer ir.
O Sureg é o cara que pode te ajudar.
Você já falou com eles e com as Super?
Não é garantia de que de certo, mas ficar só na torcida não vai resolver.
Tem que torcer… e ajudar no que for possível
Boa sorte!
Abraço

Téfa Ferreira

08/09/2016

Marco, tenho 17 anos e desde já me preparo para o concurso do bb. Primeiramente, após a aprovação, como saber a região em que trabalhar? A gente escolhe as macros e micros regiões, porém como que é decidido a cidade em que exercer a profissão?

Marco Gomes

08/09/2016

Oi Tefa,
Obrigado pela visita e pelo comentário.
Você escolhe a macro e a micro quando faz a inscrição… Depois de passar, o banco vai te indicar a agência que você vai trabalhar, normalmente dentro da micro que você escolheu na inscrição.
Pode ser que você seja chamado na macro, mas de novo o banco vai te dizer qual ou quais agências tem vaga, ou te indicar a agência de cara.
Abraço

MANOEL SILVA

07/09/2016

PENSO EM TENTAR CONCURSO NA ÁREA DE TI, QUANTO ESTÁ RECEBENDO UM PROFISSIONAL DESSA ÁREA EM INÍCIO DE CARREIRA NO BB?

Marco Gomes

08/09/2016

Oi Manoel,
Valeu a visita e o comentário.
Concurso para a área de TI não é frequente. Acho que só saiu 1 ou 2 especīficos.
Você pode entrar como escriturário e depois de um tempo tentar migrar para a área de tecnologia do banco, ou aguardar um concurso específico.
Eu não sei te informar qual é o salário inicial, mas deve girar em torno de uns 2 ou 3 mil (chute meu, ok).
Abraço

Manoel silva

09/09/2016

Obrigado amigo!

Marco Gomes

09/09/2016

Valeu Manoel!

Helder Oliveira

05/09/2016

Muito boa e esclarecedora a matéria, parabéns. Minha dúvida é a seguinte: o concurso é anual ? Ou é de dois em dois anos ?

Marco Gomes

05/09/2016

Oi Helder,
Valeu a visita e o comentário.
Olha, não existe uma periodicidade definida para os concursos do BB.
Ele faz concurso quando quer, ou quando precisa… por isso a ansiedade dos candidatos.
Tem que aguardar.
abraço

Vera

28/08/2016

Olá Marco, pela sua informações você sabe quando pode sair o Edital do BB

Marco Gomes

29/08/2016

Oi Vera,
Valeu a visita e o comentário.
Olha, o Banco não “vaza” este tipo de informação… então, além dos funcionários diretamente envolvidos com o processo, ninguém mais tem informação sobre o próximo edital.
Todas as informações que rolam aqui na rede são especulações, apostas… e aí tem de tudo… gente que está ansiosa, gente que não quer o concurso agora, gente que quer vender curso… enfim.
Mas é tudo especulação mesmo, de concreto não existe nada. Até por conta da situação econômica e política do país.
A minha aposta é que sai este ano, a partir do final de setembro… mas também é especulação.
Sei que não respondi sua pergunta. Ninguém vai conseguir, ok.
abraço

Vera

29/08/2016

Obrigada!!!!

Marco Gomes

29/08/2016

Valeu Vera, seja sempre bem-vinda.

Henrique Leal

27/08/2016

Olá Marco, muito esclarecedora a sua matéria, estou estudando para esse próximo concurso, tranquei a faculdade de engenharia para me dedicar aos estudos, eu li em outras matérias que o banco do Brasil da oportunidades para pessoas formadas em diversas áreas, inclusive a que pretendo me formar que é engenharia civil, você poderia falar algo sobre isso?

Marco Gomes

27/08/2016

Oi Henrique,
Valeu a visita e o comentário.
É verdade… o banco oferece oportunidades para muitas profissões, além de, claro, a de bancário.
Existe um departamento de engenharia no banco (nem sei que nome tem hoje… o banco vive mudando o nome dos órgãos e dos cargos), lá tem arquitetos, engenheiros civis, mecânicos, elétricos…
Estes profissionais cuidam da infraestrutura e da rede física do banco (prédios, mobiliário, sinalização, ar condicionado, etc), realizando reformas, definindo layout, acompanhando a construção de novos prédios, e tal.
Até prestam serviço para outros órgãos da administração federal (de vez em quando).
E como é que você vai parar num lugar destes?
Primeiro tem que entrar… depois passar pelo período de experiência, ralar uns anos em agências e depois de um tempo se candidatar a uma comissão num destes lugares.
As áreas de engenharia do banco ficam nas capitais e, normalmente, são responsáveis pela rede física do estado… então viajam de vez em quando também, ok.
É mais ou menos isto, valeu?
Qualquer dúvida mais específica, por favor retorne.
abraço

Rodrigo

10/08/2016

Olá Marco,

Parabéns pelo trabalho.
Tenho uma dúvida, talvez você possa me ajudar. Estou estudando para o próximo concurso do BB e gostaria de saber se no médio prazo, após entrar, existe a possibilidade de transferência para áreas de trabalho noturno, ou vespertino, ou até os dois. O curso que quero na faculdade normalmente é diurno ou vespertino, já ouvi relatos que nas áreas de apoio operacional é possível encontrar oportunidades como essa. Enfim, você sabe se há muitas ou poucas vagas deste tipo, o quão difícil é, etc..?

Desde já obrigado.

Rodrigo.

Marco Gomes

10/08/2016

Oi Rodrigo,
Valeu a visita e o comentário.
Já respondi um comentário sobre este assunto em algum lugar aqui no blog.
Vamos lá… Existe sim a possibilidade de trabalhar em período vespertino, em órgãos regionais (serviço interno). Existe também trabalho noturno no banco, mas é cada vez mais raro, com tendência de desaparecer.
Normalmente o banco empossa novos funcionários em agências, mas acontece de, eventualmente, direcionar novos funcionários para órgãos internos.
Se for empossado em agência, vai ter que esperar no mínimo 1 ano e meio, que é o pedágio para poder pedir transferência, daí aguardar ter vaga no destino e ser transferido.
Para o período vespertino tem bastante vaga, para o noturno, esqueça…
É mais ou menos por aí, ok?
abraço

Rodrigo

08/09/2016

Marco,

Muito obrigado. Muito esclarecedor.

Marco Gomes

09/09/2016

Valeu Rodrigo!

Ryan

05/08/2016

Olá Marco uma dúvida por exemplo eu pretendo prestar concurso para para o Rio Grande do Sul eu queria fazer para Gramado mais eu não tenho certeza se serei chamado para lá porque não entendo esse esquema de Micro e Macro região, eu escolho o lugar ou o banco te direciona automaticamente para o lugar que tiver faltando funcionário ,queria que você me explicasse por exemplo se eu passar terei que fazer o treinamento na Capital ou na cidade que eu fiz a prova que no caso seria Caxias do sul abraço e Obrigado.

Marco Gomes

05/08/2016

Oi Ryan,
Valeu a visita e o comentário.
O banco trabalha com concursos regionalizados, por micro e macro regiões.
As macro normalmente são os estados, as unidades da federação (às vezes pega um pedaço do estado, às vezes mais de um…).
As micro são subdivisões da macro… pedaços dos estados. Normalmente as cidades maiores dentro de cada um desses pedaços é a cidade polo da micro região, onde é realizada aprova.
Vamos pegar o seu exemplo… a macro é o RS e a micro é, provavelmente, Caxias, que abrange todas as agências da região de Caxias do Sul, inclusive Gramado.
Na inscrição você escolhe a macro e a micro região que quer prestar o concurso, e será nas agências da micro que você escolher que você irá trabalhar, quando for aprovado.
Então na micro região existem várias agências em várias cidades e o banco vai chamando os aprovados no concurso, para trabalhar nas agências que tem vaga… você não escolhe a cidade… escolhe todas as cidades e agências da micro região que você optar em fazer o concurso, certo?
Na hora da convocação o banco já “escolheu” a agência e a cidade que você vai trabalhar, dentre aquelas da sua micro.
Pode ser que outras micro esgotem os aprovados e abra vaga nas agências jurisdicionadas por elas… aí o banco pode chamar candidatos de outras micro (dentro da macro região, ou do estado… é prá isto que existe a macro).
O treinamento normalmente é na capital do estado, com exceção ao estado de São Paulo, que tem Gepes em outras cidades (Gepes é o braço estadual da Diretoria de Gestão de Pessoas, que é responsável pelos treinamentos do banco).
Resumindo… você será chamado para trabalhar em qualquer agência da sua micro região e, eventualmente, em qualquer agência da macro… não dá prá escolher na entrada… tem que espertar um tempo e depois pedir transferência.
Beleza?
abraço

Ryan

05/08/2016

Obrigado Marco !!!!!!!!!!!

Marco Gomes

08/08/2016

Valeu Ryan!

Caio Felipe

31/07/2016

Olá , Marco Gomes ! Estou fazendo curso de Inglês e Espanhol , tem alguma área do banco que eu possa atuar ?
Gosto de viajar , existe algum cargo que eu possa representar o banco ou conversar com clientes no exterior ?
P.S. Vou cursar Ciências contábeis !

Marco Gomes

05/08/2016

Oi Caio,
Então… inglês e espanhol pode te ajudar… não só no banco, mas para a vida.
Não sei se por conta dos outros idiomas você poderá ir para alguma área específica… o que me vem à cabeça é ir para a área internacional do banco, em Brasília. Certamente o conhecimento de idiomas facilita a sua ida.
Com relação a viajar pelo banco… pouco provável… principalmente para o exterior.
Normalmente as Unidades Estratégicas (a Direção Geral do BB) costumam enviar representantes para os estados a trabalho, eventualmente, mas nada rotineiro.
Me parece que o que mais se encaixa nas suas pretenções é a Diretoria de Assuntos Internacionais mesmo… quem sabe…
Já o curso de contábeis é um dos que mais pontua para remoções e promoções no TAO. É a área do banco.
abraço

Caio Felipe

05/08/2016

Muito Obrigado !

Marco Gomes

08/08/2016

Valeu Caio!

Raul Werneck

25/07/2016

Ola, beleza?
Tenho nivel superior em Design de Interiores. Ja trabalhei tercerizado na tecnologia do banco do Brasil em Brasilia. Gostei da experiencia, pois o ambiente e a estrutura é maravilhosa. Nao muito diferente, percebo uma semelhança no ambiente do CCBB de Brasilia. O CCBB possui um trabalho ligado a arte, exposicoes… O que não é muito distante da minha formaçao. Consegue me dizer se provavelmente, conseguindo aprovaçao do concurso eu poderia ter a oportunidade de ser aproveitado e trabalha no CCBB? Existe um plano de carreira que aproveitaria minha area de formaçao?

Marco Gomes

27/07/2016

Oi Raul,
Valeu a visita e o cometário.
Desculpe a demora na resposta… escoamos no meio de mudança de casa e ainda sem internet no novo endereço, sem falar na correria prá botar as coisa em funcionamento.
Claro que é possível trabalhar no CCBB (São 5 Centros no país: Brasília, Rio, São Paulo, Belo Horizonte e Recife), todos muito bonitos e com um trabalho fantástico.
Os CCBB são responsáveis pelo maior retorno de mídia positiva do BB, realmente um belo trabalho do pessoal de lá.
O que pega é que, comparado ao total de vagas no BB, os CCBB tem muito poucas oportunidades, mas com paciência, perseverança e competência é possível ir prá lá.
O que não se pode esquecer é que você vai entrar no banco prá ser bancário, é só depois é que vai poder escolher e se preparar para ir prá um lugar que mais tenha a ver com você, ok?
Abraço

Markus Nachtigall

25/07/2016

Boa Tarde Marco, muito bom o seu site!

Estou no CR do edital 2015/01 (Nordeste) e estou ouvindo falar em reportagens de jornais que o BB pode não renovar com o Banco postal o contrato que vence esse ano. Com sua experiência, caso esse contrato realmente não seja renovado será que indicará um aumento em convocações já que até hoje o banco não convocou ninguém desse edital, tendo ele sido homologado a mais de 7 meses.

Marco Gomes

27/07/2016

Oi Markus,
Valeu pela visita e pelo comentário.
Desculpe a demora na resposta, é que estamos no meio da mudança de residência, e ainda sem internet na nova casa… e meio sem tempo para acessar.
Olha, eu acredito que a não renovação com o correio não indica a possibilidade de novas convocações, embora o correio atue como correspondente bancário do BB, o resultado esperado pelo banco não foi alcançado na parceria com o correio.
Pode ser que isto acabe trazendo mais clientes e usuários prá dentro das agência, mas isto não significa necessariamente mais funcionários.
O que está barrando as convocações é a indefinição política e econômica do país, juntamente com a redução do resultado do semestre (ainda previsão)… E contratar significa aumento de despesas e consequente redução do lucro…
Enquanto está situação não for resolvida (política, econômica e lucro), o banco só vai chamar em situação de extrema necessidade.
Beleza?
Abraço

Lucas

23/07/2016

Olá,amigo.
Gostaria de prestar concurso para o Banco do Brasil, mas ainda não sabemos quando o edital irá sair. Gostaria de fazer algumas perguntas e, se você puder, agradeceria muito. Então vamos lá… Com Sua experiência, você acha que o edital sai esse ano? Pelo o que você sabe dos outros concursos…
Dentro do Banco, há alguma área ou concurso voltado para Arquitetura e Urbanismo? Digo isso pois já me falaram que existe concurso para arquitetos em bancos sim, mas não sei quase nada.
Tenho 19 anos e será o primeiro concurso que irei prestar, você poderia dar alguma dica de estudo, apostila, curso ou qualquer coisa que nos ajude a estudar melhor para o concurso?? Obrigado, amigo. Ótimo post… Abraço.

Marco Gomes

27/07/2016

Oi Lucas,
Valeu pela visita e pelo comentário.
Desculpe a demora na resposta, é que estamos no meio da mudança de residência, e ainda sem internet na nova casa… e meio sem tempo para acessar.
Vamos lá…
Olha, eu acho que sai até setembro… Mas é puro achismo, não tenho nenhuma informação que possa confirmar isto… É só uma impressão… Então vamos aguardar e torcer.
Quanto a concurso para arquiteto, não tem não… São aproveitados os profissionais que já trabalham no BB. Tem muitos profissionais que são aproveitados da carreira administrativa para a carreira técnica (engenheiros, arquitetos, agrônomos, advogados e tal).
Quanto a curso para se preparar, eu sou suspeito, já que tenho meu próprio curso preparatório para as matérias bancárias…
Tem muitos cursos que você pode pesquisar aqui na net, se tiver curiosidade pode dar uma olhada no meu também… Deve ter algum link aqui no blog que te leva para a página do curso… Se gostar, quem sabe vira meu aluno!
De uma olhada e vai encontrar alguma coisa que te agrade.
Abraço

Lucas

28/07/2016

Obrigado pela resposta.
Olha, legal mesmo… Não sabia do seu curso, vou procurar me informar.
Abraço

Jaelton Macedo

14/07/2016

Gostei muito do Post.
Gostaria de saber sobre possibilidade de carreiras internacionais pois gostaria de passar um tempo fora.
Acabei de ser qualificado como escriturário.

Marco Gomes

14/07/2016

Oi Jaelton,
Valeu a visita e o comentário.
Olha, não existe uma carreira internacional no BB.
Acho que até já falei isto aqui no blog.
O que existe é a possibilidade de trabalhar pelo BB no exterior, como administrador (gerente ou sub-gerente… não é assim que são chamados os cargos, é só prá ficar mais fácil de entender, ok).
Então você constrói sua carreira aqui no Brasil, e pode, daqui a um tempo, enfrentar uma seleção (duríssima) e ir administrar uma dependência do Banco fora do país.
Precisa inglês fluente (leitura, escrita e fala) e já ser administrador aqui.
Por enquanto, parabéns pela qualificação!
Você pode me dizer a sua classificação e a microrregião?
É que o Banco não estava chamando os aprovados até esses dias… sempre é bom ter essas informações.
Boa sorte!
abraço

Florisvaldo

16/07/2016

Ola, amigo. Parabens por este canal de tirar duvidas e orientar os colegas.

Marco Gomes

16/07/2016

Ô Flor, é vc mesmo?
Muito feliz de ver você por aqui, valeu a visita e o comentário.
Tudo bem com a famīlia? Ainda labutando no banco?
Grande abraço e pode espalhar… Sempre tem alguém querendo saber alguma coisa, ou querendo entrar no BB, daí acaba caindo aqui.
Abração!

Jaelton Macêdo

18/07/2016

Obrigado pela resposta.
Meu concurso ainda é o 2012/01. Foi movida uma ação que agora está no TST, porém consegui uma exec. Provisória.

Emanuelle Ribeiro

08/07/2016

Boa noite! Já trabalho no banco do brasil, mas tenho uma dúvida. Existe no bb algum cargo ou tipo de agencia que aceite um trabalho no horário flexível? Tenho interesse em cursar uma faculdade mas o curso que me interesso só tem diurno. Se possível me dê alguma orientacão do que posso fazer.
Desde já agradeco, Emanuelle

Marco Gomes

08/07/2016

Oi Emanuelle,
Valeu a visita!
Olha, eu desconheço a existência de alguma dependência ou cargo com horário flexível… agências com certeza não… nem que o gerente queira te ajudar.
O que ainda existe, são órgãos regionais que trabalham em turnos e deve ter um turno noturno.
Essas jornadas noturnas são cada vez mais raras, mas vale a pena dar uma consultada… normalmente estes órgãos são centralizados em algumas capitais, então pode ser que não exista na localidade de sua preferência.
Não sei onde você está, então é mais difícil qualquer orientação. Procure falar com a Gepes… eles podem te esclarecer melhor, ok.
abraço

Adriano

05/07/2016

Oi Marco, boa noite! Mais uma vez parabéns pelo blog.

Vi algumas dúvidas sobre o cargo de Caixa no Banco, e gostaria de saber, a partir de quanto tempo, depois de contratado pelo Banco, é possível ser promovido ao Caixa? E é uma promoção natural ou o funcionário tem que atender algum requisito?

Desde já te agradeço. Abraço!

Adriano

05/07/2016

Ah, desculpa, mais uma dúvida!
Li no artigo, pelo que eu entendi, que o Caixa ainda se “enquadra” nos cargos de 6 horas. Procede? E essas 6 horas são seguidas à risca, visto que depois do fechamento da agência, o Caixa continua trabalhando?

Abraço!

Marco Gomes

05/07/2016

Olha Adriano,
Vamos partir do normal… aquilo que o Banco quer, ok.
Caixa é funcionário de 6 horas (ponto).
Então o que o Banco quer é que ele trabalhe suas 6 horas e vá prá casa.
Existe uma coisa no Banco chamada ponto eletrônico. Prá quem não sabe, é o registro da jornada de trabalho, que se inicia quando você abre o seu computador, sua estação de trabalho.
Prá acessar qualquer coisa da sua estação é preciso dar entrada no ponto, ou seja, informar os sistemas do banco que você já começou a trabalhar… daí você consegue acessar as suas coisa prá trabalhar.
Quando o ponto eletrônico verificar que você já cumpriu sua jornada, as 6 horas e 15 minutos do dia, ele automaticamente te desconecta dos sistemas corporativos e você tem que rapidamente registrar a sua saída do ponto, informando o horário que você encerrou sua jornada de trabalho.
Se você não registrar a saída, o sistema te entrega pro teu chefe, informando a irregularidade no ponto… e ele, no dia seguinte, vai te encher o saco por você não ter dado a saída do ponto.
Você dando saída ou não, o sistema não quer saber… já te derrubou do sistema e você não consegue fazer mais nada.
Bom terminada a aula sobre o ponto eletrônico, vamos à sua resposta: as 6 horas são seguidas à risca, já que você não consegue trabalhar no sistema depois disso… principalmente no caixa.
Se precisar fazer mais alguma coisa no sistema, tipo “fechar o caixa”, alguém vai ter que te autorizar a prorrogar (hora extra), e é mais ou menos assim… vão te perguntar: quanto tempo prá fechar o caixa? Você responde: uns dez minutos… é isto que vão te dar de prorrogação, e você fecha o caixa, fecha o ponto e pronto. Vai embora, beleza…
Como eu disse no início… isto é o que o banco quer… e o que manda fazer.
Só que não é bem assim em todos os lugares.
Vai ter agência que você não podendo acessar os sistemas com o ponto fechado, vão te mandar fazer coisas que não precise acessar os sistemas… e sempre tem coisas fora do sistema prá fazer… prá contar dinheiro, por exemplo, não precisa de computador.
Não é isto que o banco quer… mas, às vezes, é o que o banco (sua agência) precisa.
Isto não pode e não deve virar rotina… eventualmente, um dia aqui outro ali, tudo bem… ninguém morre por ficar um tempinho a mais no banco prá ajudar os colegas… só que tem lugar que isto é todo dia, o ano inteiro.
Isto não é legal (exatamente na exatidão do termo)… isto é ilegal, perante a lei e, se pegarem, dá uma encrenca danada. Além de ilegal é também contra as normas internas, e os responsáveis vão para o banco, e pode ser uma encrenca maior que a da lei.
Ufa… chega…
É mais ou menos assim, beleza?
abraço

Marco Gomes

05/07/2016

Oi Adriano,
Obrigado de novo!
Cara, depende muito de onde você for trabalhar… tem agência pequena, principalmente no interior, que a carência e a rotatividade de funcionários é grande. Então você vai assumir, provavelmente no lugar de alguém que foi embora, e deixou o buraco na agência… e quanto menor a agência, mais os funcionários tem que fazer de tudo um pouco…
Neste caso, a possibilidade de ir pro caixa é quase imediata, até mesmo durante o período de experiência… aí fica lá trabalhando e, se fizer um bom trabalho, será efetivado no caixa depois de algum tempo.
Já em cidades maiores, com mais de 5 agências, o caixa não é da agência, os caixas são funcionários de um órgão interno, as PSO, Plataforma de Serviços Operacionais, daí prá virar caixa tem que se transferir prá lá… e aí é o processo normal de transferência, como qualquer outra… demora um pouco mais.
O requisito é querer trabalhar no caixa. Tem que avaliar… tem gente que não quer outra coisa, e tem gente que não quer nem na marra.
abraço

Carlos

05/07/2016

Marcos você é o cara!!!!!

Marco Gomes

06/07/2016

Abraço Carlos, Valeu!

Adriano

06/07/2016

Entendido Marco. Valeu!

Marco Gomes

06/07/2016

Valeu Adriano, abraço!

Carlos

05/07/2016

Olá amigo tenho uma dúvida você ,sabe me informar quanto um caixa ganha no banco do brasil se não puder devido a sigilo de informações tudo bem, mas eu queria saber o valor exato para eu fazer um planejamento aqui. E mais uma dúvida se a pessoa escolhe trabalhar em outro Estado, após você começar a fazer o treinamento ela já tem uma remuneração ou o banco só começa a pagar depois que já for efetivada a contratação.

Marco Gomes

05/07/2016

Oi Carlos,
Valeu passar por aqui e pelo comentário.
Olha, nem é questão de sigilo… é que não tenho acesso a esta informação exata, como você pede.
O que posso fazer é informar um valor aproximado… se servir para o seu planejamento: uns R$ 3 mil mais ou menos.
Se você fizer a inscrição em outro estado e for selecionado, você irá trabalhar em outro estado… você escolhe na hora da inscrição para o concurso.
No caso de ser aprovado e qualificado (é o processo de convocação), você irá fazer o treinamento inicial, e tomará posse no primeiro dia do curso. Então já estará contratado.
Normalmente é concedido um adiantamento salarial, relativo aos dias que faltam para acabar o mês, que será descontado do primeiro salário, no mês seguinte, justamente para poder arcar com as despesas iniciais.
abraço

Carlos

05/07/2016

Muito Obrigado Amigo ajudou muito e obrigado também pela informação do salário vai servir sim Abraço.

Marco Gomes

05/07/2016

Valeu Carlos,
abraço

Giovani Magalhaes

03/07/2016

Olá Marco, parabéns pelo site.
Gostaria de uma opinião, estou estudando para o próximo concurso do BB (mesmo não sabendo quando sairá) e curso faculdade de administração (pretendo me especializar na área financeira). Vi em outro artigo você dizendo que todos podemos ser bom vendedores, basta ter vontade e disposição para aprender, e isso eu tenho. Porém, confesso que meu foco não é muito trabalhar com pessoas, creio que tenho melhor desempenho para trabalhar em um ambiente mais interno. Enfim, você acha que mesmo com dificuldade nessa área de vendas e contato com o público (que é a principal), uma pessoa pode ter uma boa carreira e posteriormente ingressar na área interna?Mais uma dúvida: na hora de escolher a lotação, o funcionário tem alguma escolha dentro da microrregião ou é tipo “você vai para tal cidade e pronto”? Falo isso porque na minha cidade tem uma agência pequena (cerca de 10 funcionários) e queria saber se há alguma possibilidade de eu ser lotado diretamente aqui ou se tenho que esperar pela transferência mesmo.
Obrigado pelo espaço, sucesso!

Marco Gomes

04/07/2016

Oi Giovani,
Valeu ter passado por aqui e também pelo comentário.
Olha, mesmo trabalhando num ambiente interno você terá, obrigatoriamente, contato com outras pessoas, sejam clientes, fornecedores ou colegas de trabalho… e vai ser assim em qualquer empresa… dificilmente você conseguirá um trabalho numa grande empresa, que não tenha que se relacionar com outras pessoas. A não ser que faça como eu e opte por trabalhar em casa… mesmo assim, tenho muitos contatos com pessoas (on ou off line, no mínimo).
Mas, respondendo sua pergunta: sim, é possível… você pode até dar sorte e entrar direto numa área interna (não é muito comum, mas acontece). Mas pegando o caminho normal, você assume numa agência e fica pelo menos 18 meses trabalhando lá e depois pode pedir remoção para um órgão interno… e aguarda sair a transferência (pode demorar ou não, dependendo do momento e das vagas).
Agora, enquanto você estiver numa agência, vai ter que aprender a vender e se relacionar com clientes e colegas… não tem jeito… se não já fica no período de experiência, ok.
Quanto à lotação, o banco te indica a agência, você não tem oportunidade de escolher… normalmente quando te chamam já indicaram a agência que você irá trabalhar.
Pode acontecer de ter vaga na agência da sua cidade bem quando você for chamado (em ordem de classificação), e aí dá tudo certo, e você vai trabalhar lá… mas aí na sorte pura… não dá prá prever, nem escolher.
Se não, é o mesmo processo… assume em outra agência e depois de 1 ano e meio, tenta a transferência.
Beleza?
abraço

Simone

02/07/2016

Marco,

Excelentes explicações! Parabéns pelo post.

Gostaria de que me esclarece algumas dúvidas:

Tenho interesse em prestar o concurso para o BB, sou formada em Gestão de RH, há oportunidades para esta área no BB? Se sim como e o processo e qual a periodicidade Tenho de ter mais alguma formação? Existem pré requisitos?

Marco Gomes

02/07/2016

Oi Simone,
Valeu por passar aqui no blog e pelo comentário.
Sim, há oportunidades na área de gestão de RH… o Banco tem uma Diretoria de gestão de RH, a Dipes (Diretoria de Gestão de Pessoas), em Brasília. E em todas as unidades o que mais se faz (depois de vender) é gerir pessoas.
Regionalmente existem as Gepes, que são as representantes estaduais da Dipes (uma em cada capital de estado).
Não existe um processo específico para ir para as Gepes ou para a Dipes… é você quem decide o caminho a seguir (sua trilha) e vai construindo sua carreira, de acordo com o seu objetivo.
Certamente você terá que continuar sua formação na área, através de cursos internos e externos, certificações internas e externas, e tal…
Aí é correr atrás, conversar com as pessoas da área, manifestar seu interesse, construir seu currículo e aguardar…
Não são todas as áreas do banco que recrutam por processo seletivo, cada uma faz como acha mais conveniente naquele momento. Às vezes é por convite, às vezes por recrutamento direto via TAO, dependendo da formação, às vezes por seleção… depende do momento e da necessidade do órgão que quer recrutar.
Então o que é preciso é ficar atento e correr atrás dos requisitos necessários para concorrer.
Leva um tempo tá? Nada acontece de um dia para outro. Entra como escriturária (a única alternativa na área administrativa) e vai trabalhando, melhorando sua capacitação, conhecendo o banco e vai construindo a carreira.
Beleza?
abraço

Edevaldo Alves Garcia

24/06/2016

Olá Marco Gomes,belo trabalho esse seu de transferir informação e conhecimento.
Minha dúvida versa sobre se há possibilidade de eu entrar como escriturário e logo depois pedir transferência para desempenhar alguma função em horário noturno no setor de compensação ou outro setor que me disponibilize o dia inteiro pra poder estudar.Além do mais gostaria de saber quais outras áreas do banco que eu possa trabalhar a noite,quantas horas de trabalho exige.Pergunto isso por ter lido algo sobre funcionários do BB q fizeram a graduação em medicina conciliando com o trabalho.Isso ainda é possivel dentro do BB e se sim eu poderei futuramente trabalhar como médico do trabalho mesmo tendo entrado como escriturario?grato pela atenção

Marco Gomes

24/06/2016

Oi Edevaldo,
Valeu por passar aqui n o blog e também pelo comentário.
Olha, pedir transferência logo depois de entrar não é possível… há um prazo mínimo de 18 meses prá poder se candidatar a transferência. Eventualmente o banco diminui este prazo, como está acontecendo agora, que reduziu prá 12 meses, prá pedidos até o final de julho. Então você terá que ficar pelo menos 1 ano no local que tomar posse.
Quanto a trabalho noturno, atualmente existem pouquíssimos locais que mantém trabalho à noite, e a tendência é acabar. O que pode acontecer é trabalhar fora de agência, como em órgãos regionais, que tem horário mais flexível… de repente é possível conciliar. A posse nesses órgãos é menos comum, mas acontece… se não, vai ter que batalhar uma remoção depois de cumprir o prazo para pedir transferência.
Se não me engano, tem concurso específico para médico do trabalho, já que não é muito comum o banco ter médicos em seu quadro… mas, pode ser que você consiga ser aproveitado, já sendo funcionário.
abraço

Edevaldo Alves Garcia

24/06/2016

Obrigado Marco,abraços

Marco Gomes

24/06/2016

Valeu Edevaldo
abraço

Edevaldo Alves Garcia

28/06/2016

Olá Marco,eu aqui de novo rssss
Então,conforme vc me disse no comentário anterior :”Quanto a trabalho noturno, atualmente existem pouquíssimos locais que mantém trabalho à noite, e a tendência é acabar. O que pode acontecer é trabalhar fora de agência, como em órgãos regionais, que tem horário mais flexível… de repente é possível conciliar. A posse nesses órgãos é menos comum, mas acontece… se não, vai ter que batalhar uma remoção depois de cumprir o prazo para pedir transferência.”

Onde seriam esses locais(quais cidades),vc saberia me dizer?
Esses órgão que vc citou seriam em quais cidades e esses horários flexiveis seriam tipo um banco de horas?
Grato pela atenção,pois tenho em mente fazer alguns concursos(dentre eles o do BB) que possam me permitir estudar durante o dia,seja em sistema de plantão ou banco de horas.
abraços

Marco Gomes

28/06/2016

Oi Edevaldo,
Os órgãos Regionais estão situados, em sua grande maioria, nas capitais… com tendência de centralização em 4 ou 5 estados e manutenção de pequenas estruturas nos demais.
Quando falo em horários flexíveis quero dizer que não é tão rígido quanto agências, que tem o horário de atendimento ao público como padrão de jornada de trabalho dos funcionários… então em agência você vai trabalhar das 10h00 às 16h00, normalmente nas grandes cidades (com pequena variação), e nas agências menores, de acordo com o seu horário de atendimento… normalmente pela manhã, mas mesmo assim até um bom pedaço da tarde.
Nos órgãos regionais você vai fazer as 6h15 da jornada ou de manhã, ou à tarde, tipo das 7h00 às 14h15, ou das 12h30 às 18h30, por exemplo.
Não existe jornada com banco de horas. Você tem que cumprir a jornada de trabalho de forma ininterrupta.
Vejo pouca possibilidade de você conseguir conciliar seus estudos de dia e o trabalho no banco.
abraço

Yan Carlos

23/06/2016

Olá Sr Marco
Tenho uma dúvida quando uma pessoa passa no concurso do Banco do Brasil ela tem que fazer um treinamento como você mesmo disse, ok, você sabe me informar por qual meio de comunicação o Banco contata, as pessoas que passaram e se por exemplo se eu faço o concurso do banco para outro Estado de qual eu moro e dai eu passo o banco explica em que lugar eu devo me apresentar para o treinamento e essas coisas.
Parabens pela postagem bastante legal.

Marco Gomes

23/06/2016

Oi Yan,
Valeu passar aqui no blog e obrigado pelo comentário.
Quando você faz a inscrição para o concurso, você coloca os seus contatos (endereço, telefone, e-mail e tal), e essas informações são repassadas pela banca ao banco…
Normalmente o contato é feito por telefone, mas pode vir por todos os canais, e o banco vai te mandar um comunicado por escrito, que você precisa assinar, validando a entrega (ou vai assinar no banco).
Mesmo que você tenha se inscrito em outro estado, o banco vai te avisar (claro, desde que consiga te achar, por isso é importante manter os canais de contato atualizados), e também vai te orientar onde você tem que fazer o treinamento (normalmente na capital do estado que você passou).
Se não te orientarem é só ligar para os telefones do banco (deve vir na carta de convocação também)…. e você terá alguns contatos com o banco na fase de qualificação (exames médicos e entrega de documentos), antes da posse e do curso… fique tranquilo, esta é a parte mais simples.
abraço

Yan Carlos

24/06/2016

Muito Obrigado Marco !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Tinha essa dúvida vou focar ainda mais nos estudos aqui rumo a conquista kkk!!.

Marco Gomes

24/06/2016

Boa sorte Yan!

Monaliza Duarte

11/06/2016

Nossa bem interessante e real a forma de explicação da estrutura do BB terminei em janeiro meu estágio na agência daqui de três rios e quero muito passar na próxima prova do BB para fazer parte do quadro de funcionários. O BB é uma boa instituição.Quero fazer carreira e quem sabe um dia chegar ao nível estratégico da Instituição.Sei que é um caminho longo mas penso se existe cargo então existe possibilidade de se chegar.

Marco Gomes

11/06/2016

Oi Monaliza,
Valeu pela visita e também pelo comentário.
Se você quer muito passar na próxima prova do BB o primeiro passo já foi dado… você quer muito.
Tem que se preparar, focar e ficar esperta para a saída do edital… por enquanto não há previsão, só especulação, mas uma hora sai.
Se prepare, estude e boa sorte!
O caminho é longo desde já, mas é um caminho.
Se tiver curiosidade de uma olhada no meu curso…. tem umas chamadas aqui no blog, de repente te interessa.
abraço e sucesso

Cláudio Rocha

05/06/2016

Sr Marco Gomes, parabéns pelos excelentes esclarecimentos.
O Sr reportou em seu texto inicial que após o curso inicial, normalmente, o novo funcionário assume no banco prá trabalhar na Rede de Agências. Excepcionalmente pode ser chamado para a Rede de Apoio, mas não é a regra.
Eu já fiz estagio em agencia do Banco do Brasil e definitivamente não quero trabalhar em agencia. Eu sou formado em Sistemas de Informação com pôs graduação em administração publica. E eu prefiro trabalhar em qualquer outra area do Bb. Minha vontade poderá ser levada em consideração?
Obrigado, desde já, pela informação

Marco Gomes

05/06/2016

Oi Cláudio,
Valeu passar por aqui e também pelo comentário.
Olha, como você disse… o normal é assumir em agência. E esta é a orientação do banco, institucionalmente.
Eventualmente pode ocorrer que na micro que você se inscreveu (lembre que órgãos regionais só em capitais, e nem em todas), tem uma carência muito grande de pessoal em órgãos regionais (principalmente nas centrais de atendimento – CABB), daí eles chamam alguns para tomar posse nestes órgãos. Mas é exceção, mesmo. E atualmente os órgãos regionais não tem carência de pessoal.E olha, eu preferiria agência a uma CABB.
Dificilmente vão levar em conta a sua vontade… falo dificilmente porque não tenho como afirmar com certeza, já que a qualificação é feita por pessoas e as pessoas são diferentes. Apesar da orientação institucional de priorizar a posse em agências, não há nada que proíba a posse em órgãos regionais.
Agora, se prá você só interessa trabalhar fora de agência, é bom repensar se vale a pena o investimento de tempo, dinheiro e estudo.
Eu nunca ouvi falar de privilegiarem a vontade do candidato.
Valeu.
abraço

Caio

30/05/2016

Boa tarde Marco!

Muito bom o seu site!!!

Gostaria de saber, qual é o caminho para se tornar superintendente do Banco do Brasil. Quais cursos, onde trabalhar e quais as dificuldades ao longo do caminho. Qual a chance de uma pessoa que trabalha na agência, se tornar superintendente?

Muito obrigado.

Marco Gomes

30/05/2016

Oi Caio,
Valeu por passar aqui no blog e também pelo comentário.
O caminho para se tornar superintendente é longo…
Deixa eu começar pela última pergunta: a chance de se tornar superintendente sem ter trabalhado em agência é mínima…o banco não quer superintendente que não tenha trabalhado em agência.
Voltando ao caminho… tem que começar como escriturário (óbvio), depois ir estudando, fazendo cursos (graduação, pós, melhor com mestrado ou doutorado… não é obrigatório, mas ajuda bastante), certificações internas, externas… vai crescendo na carreira (que é quase sinônimo de cumprir o acordo de trabalho – metas de vendas de produtos e serviços), vira gerente nível médio… continua trabalhando, vendendo, ajuda a agência a cumprir suas metas… constrói uma boa rede de relacionamentos… continua crescendo, vira gerente… aí roda umas agências… chega numa agência nível 1. Pronto, agora já está em condições de pensar em ser superintendente.
Aí se inscreve numa seleção para executivo do banco (superintendente regional, ou gerente executivo)… é classificado… passa na seleção, vai assumir uma regional, daí vai trabalhando e crescendo na carreira, chega numa regional nível 1… daí já dá prá sonhar com uma superintendência.
Se fizer o trabalho de regional muito bem feito e tiver uma rede de relacionamento que te ajude, pode pleitear uma superintendência (pequena), prá começar a mostrar seu trabalho… se gostarem, vão te deixando ser superintendente e pode continuar crescendo até chegar numa Super grande.
Beleza? Leva alguns anos, mas é possível… tanto que tem um superintendente em cada estado.
abraço
PS.por coincidência, trabalhei com um superintendente que se chamava Caio… pode ser um sinal.

Caio

31/05/2016

Opa!!! Ótimo sinal! Hahahha muito obrigado Marco! O caminho é longo, mas com estudo e dedicação se chega lá!

Marco Gomes

31/05/2016

É isto Caio,
Boa sorte!
abraço

Bruno

26/05/2016

Boa tarde, vou tentar o próximo concurso para escriturário e estou me formando em engenharia civil também. Existe a possibilidade de depois de algum tempo como escriturário seguir para a minha área de formação?
Obrigado

Marco Gomes

26/05/2016

Oi Bruno,
Valeu passar por aqui.
Sim Bruno, existe sim.
O Banco mantém uma área de engenharia espalhada por todo o país, e depois de um tempo dá prá você se candidatar a uma vaga lá.
abraço

Bruno

26/05/2016

Obrigado Marco!

Parabéns pelo site!

Abraço

Marco Gomes

27/05/2016

Valeu Bruno,
abraço

Carla Pereira carvalho

21/05/2016

Olá, gostei muito do post bastante esclarecedor.
Tenho uma dúvida diferente das demais, é sobre idade para iniciar.
Tenho 48 anos e trabalhei a vida inteira como projetista nível médio, hoje quero fazer o concurso para me estabilizar e seguir carreira. Existem pessoas de várias idades que presta concurso no banco do Brasil?
Falo isso pois nos editais se fala somente de idade mínima, mas será que na realidade não é um impeditivo estar acima dos 40?
Desde já obrigada,

Marco Gomes

21/05/2016

Oi Carla,
Legal que tenha gostado, obrigado por passar aqui no blog e também pelo comentário.
Carla, não existe limite de idade para ingresso no BB, não há idade máxima, ok.
E não se engane, tem muitos funcionários que entraram no banco depois dos 40, 50 e 60 anos (aliás, no caso de empate, quem tiver mais de 60 tem prioridade, e um dos critérios de desempate é ser o mais velho, legal não é?).
Então não se preocupe com isto, não há restrição e também não tem muito preconceito depois de entrar.
beleza?
abraço

Andrea

25/07/2016

Obrigada estou no mesmo caso e era minha duvida para minha dedicação nos estudos

Marco Gomes

27/07/2016

Valeu Andrea.

Giovanni

17/05/2016

Boa noite.

O BB oferta cargos através de concurso para outras funções além de escriturário ?

Se sim ou não, para entrar na área de negócios, além de perfil, quais o banco leva em conta ?

Obrigado

Marco Gomes

17/05/2016

Oi Giovanni,
Valeu por passar aqui no blog, e também pelo comentário.
Já aconteceu de o Banco fazer concurso para outras áreas, bem específicas e para áreas onde ele não encontra profissionais em seu quadro, como médico do trabalho e técnico em segurança do trabalho… se não me engano, saiu há um tempo atrás concurso para a área de tecnologia do banco. Mas o concurso mais comum é para escriturário mesmo.
O escriturário já é da área de negócios, então após a aprovação e posse, vai crescendo de acordo com o seu desempenho, principalmente em negócios.
abraço

Flávia

15/05/2016

Olá! Gostei muito do post! Gostaria de saber onde fica a área de comunicação do BB (publicidade, comunicação interna, mkt…) e se as pessoas que trabalham nessa área tbm entraram como escriturário.

Marco Gomes

15/05/2016

Oi Flávia,
Que bom que gostou… valeu passar por aqui, e pelo comentário.
A área de comunicação do BB fica em Brasília, em duas ou três diretorias e, sim, eles entraram como escriturários.
As Superintendências Estaduais também tem uma área de comunicação, normalmente exercida por um Assessor, que é responsável pela comunicação (interna e externa) institucional no estado, mas que também atua em outras áreas da Super.
Valeu?
abraço

Flávia

15/05/2016

Muito obrigada!

Marco Gomes

16/05/2016

Valeu Flávia.

João Marion Carlos

03/05/2016

MARCO

Voce pode me dizer qual a diferença entre Supervisor de Atendimento e Gerente de Serviços e suas respectivas funções dentro da agencia e salários também ? O Banco não detalha muito isso.

Marco Gomes

03/05/2016

Olá João,
Valeu passar aqui no blog e pelo comentário.
Supervisor de Atendimento é um cargo que só pode existir em agências com mais de 15 funcionários, e ele é responsável pela estrutura de funcionamento e de negócios na Sala de Auto Atendimento (onde ficam os terminais, antes de entrar na agência).
Já o Gerente de Serviços é um cargo gerencial… tem em todas as agência… e ele é responsável pela área administrativa da agência, pelos caixas, tesouraria e muitas vezes também por alguma carteira negocial (normalmente PJ varejo).
Então são cargos com conteúdo ocupacional completamente diferentes.
Já os salários eu vou ficar devendo… só sei dizer que o Gerente de Serviços tem salário superior ao do Supervisor… como já estou há algum tempo fora do BB não me arrisco a dar uma informação da qual não tenho certeza, como salários, por exemplo, ok?
abraço
Só prá complementar… o Banco não divulga este tipo de informação… você não vai encontrar informações oficiais do tipo que tem aqui no blog.

Vannessa Adriana

26/04/2016

Olá, Marco Gomes! Tudo bem?! Bom, espero que sim… Então, conheço uma pessoa que trabalha em uma agência Platinun do Banco do Brasil… Entrou por mei de concurso candidato, inicialmente, ao cargo de escriturário, mas como ele está nesta agência desde março de 2009, exatos 7 anos. Eu acompanhei toda a evolução dele dentro do BB, e todas as greves por reajustes que acontecem em Setembro de cada ano, também todas as gratificações por promoção de cargo, no caso deste, três até agora. Mas, até onde sei ele ainda é um assistente de pessoa física. O que eu gostaria de saber: como é a distribuição da remuneração deste em seu holerite?! Já que eu sei que o que ele recebe é muito mais do que consta em seu holerite, como fica os outros ganhos?! Ele engana a Receita e agora a Justiça, onde está sendo réu em um processo de pensão alimentícia. É uma agência na Capital de São Paulo, região privilegiada da Z/O. Saberia me dizer a media dos rendimentos deste funcionário, contando com todos os benefícios?! Certamente que me ajudará muito e desde já eu te agradeço imensamente. Beijos!

Marco Gomes

26/04/2016

Oi Vanessa,
Valeu ter passado por aqui e pelo comentário.
Olha Vanessa, eu desconheço essa denominação de “agência Platinun”… isto não existe… deve ser uma agência Estilo (estou supondo).
Vamos lá… se essa pessoa é um Assistente PF, ele entrou como escriturário e pode ter sido caixa, auxiliar e depois assistente, no máximo.
Caixa, Auxiliar e Assistente são o que o BB chama de funções gratificadas (com jornada de 6 horas/dia), não são comissionados em cargos de confiança (jornada de 8 horas).
Veja que eu estou deduzindo as coisas de acordo com o seu relato, ok.
O Banco tem um plano de cargos e salários estruturado, e todos os cargos iguais são remunerados com o mesmo valor em qualquer lugar do pais, então ele trabalhar na cidade de São Paulo, em região privilegiada não interfere na sua remuneração… ela é igual a de qualquer outro assistente PF de qualquer outra agência Estilo do Brasil.
Não sei como você obteve a informação que ele recebe muito mais do que o registrado no seu espelho (é como chamamos o holerite no Banco)… e de que ele tem outros ganhos…
Se ele recebe outros ganhos, não é do seu trabalho no BB… tudo que ele recebe está registrado no seu espelho… não há nenhuma hipótese de ele receber qualquer tipo de remuneração do Banco, que não transite por sua folha de pagamento e, consequentemente pelo seu comprovante de rendimento (o tal holerite)… isto também não existe, com absoluta certeza. Não há “pagamento por fora” no BB.
Um assistente numa agência Estilo deve receber, no máximo, uns 3 mil reais por mês de salário líquido, mais o vale alimentação de uns mil reais mês (não recebe em dinheiro)… não deve receber nem vale cultura ( R$ 50,00), nem vale transporte (uns R$ 100,00)… então não tem mais nenhum benefício… salário + vale refeição.
Olha Vanessa, as informações que você tem são muito desencontradas (agência, salário por fora…), e não condizem com a realidade.
Eu sinceramente gostaria de ajudar mais, mas… é isto que escrevi… o espelho espelha o rendimento real do funcionário, e é juridicamente inquestionável (veja que estou falando da remuneração que ele recebe pelo trabalho que executa)… caso aparente um estilo de vida não condizente com esta remuneração, pode ter certeza que não é proveniente do seu salário no BB.
Espero ter ajudado.
abraço

Vinicius Veridiano

25/04/2016

Bom dia Marco, gostaria de saber como funciona a carga horária de 6 horas, por exemplo, horário de entrada, horário de almoço, horário de saída, se há algum intervalo.

Marco Gomes

25/04/2016

Oi Vinicius,
Valeu p[or passar aqui.
A jornada de 6 horas é a jornada padrão do bancário.
Até o cargo de Assistente, a jornada é de 6 horas. Os cargos acima de Assistente tem como jornada padrão 8 horas diárias.
Os funcionários de 6 horas, eventualmente podem prorrogar a jornada, com horas extras, e aí trabalhar até 8 horas diárias…
O horário de entrada e saída varia de acordo com o local que você vai trabalhar… o padrão na maioria das agências é de 10h00 às 16h00… horário de atendimento ao público.
Existem muitas agências que tem horário de atendimento diferenciado, principalmente no interior… daí o horário de trabalho também é diferenciado… assim como nos órgãos internos.
Para a jornada de 6 horas, existe o intervalo obrigatório de 15 minutos, que não faz parte da jornada… assim a jornada de 6 horas é, de fato, de 6h15.
Para a jornada superior a 6 horas (prorrogação, por exemplo), existe o intervalo de almoço, de 1 hora (também na jornada de 8 horas, intervalo de 1 a 2 horas).
Beleza?
abraço

Vinícius Veridiano

25/04/2016

Então o horário de saída se estenderia às 17:00 devido à 1 hora de almoço?

Marco Gomes

25/04/2016

Vinicius,
Se você for trabalhar 6 horas não tem horário de almoço… o intervalo de almoço é para a jornada acima de 6 horas (prorrogação ou jornada de 8 horas).
Quem trabalha 6 horas tem um intervalo de 15 minutos… então fica no Banco por 6h15.
Tem que aprender a almoçar em 15 minutos…
Se entrar às 10h00, sai às 16h15…
Ok?
abraço

Michelle de Oliveira

31/03/2016

Ola Marco,
Estou fazendo um trabalho sobre estrutura de cargos do banco do Brasil e gostei mto do seu post.
Gostaria de saber a possibilidade de eu conseguir um organograma de cargos e funções do banco?
Obrigada

Marco Gomes

31/03/2016

Oi Michelle,
Valeu passar por aqui e pelo comentário.
Olha, o organograma do Conselho Diretor está na página do BB… outros organogramas, tipo de agência, órgãos regionais, unidades enfim, você não vai encontrar nada oficial, institucional. O Banco não costuma divulgar este tipo de informação.
Pode até ser que você ache alguma coisa na internet, de alguma apresentação pública ou coisa assim… mas oficial do Banco, acho difícil.
Um organograma básico de agência dá prá construir com base nas informações do post… muitas unidades tem configuração singular de cargos.
De qualquer forma, a melhor hipótese é solicitando ao banco, através da Assessoria de Comunicação do BB (também no site)… escreve prá eles, justifica o pedido e vê o que eles dizem… o não você já tem…
desculpe não poder ajudar mais,
abraço

Mateus

29/03/2016

Boa Tarde Marco,
Parabéns pelo trabalho
Se entendi bem, a única forma de entrar no BB é via escrituário e, após isso, ir virando gerente, superintendente e etc?

PS: o BB contrata “peixes graúdos” de fora do Banco ?

Abraços

Marco Gomes

29/03/2016

Oi Mateus,
Valeu passar aqui no blog, e obrigado pelo comentário.
Entendeu bem sim… só via concurso, como escriturário… depois você escolhe se e como quer fazer a sua carreira.
Olha Mateus, o Banco contrata sim “peixes” só que bem “graúdos”… só de vice-presidente prá cima! Complicado hem!!!
Não custa torcer não é mesmo?
abraço

ana

25/03/2016

Gostaria de saber quais são as possibilidades de crescimento dentro do BB no meu caso, que sou formada em psicologia?

Marco Gomes

25/03/2016

Oi Ana,
Valeu passar por aqui e pelo comentário.
Olha Ana, não existe a carreira de psicóloga dentro do BB… existem alguns profissionais da área que são colaboradores da Diretoria de Pessoas em entrevistas e processos seletivos, mas não é em tempo integral… aliás, é bem de vez em quando.
Quando você faz concurso para trabalhar em um banco,você normalmente será uma bancária e, eventualmente, pode acabar entrando em outra carreira lá dentro.
A sua formação não está entre as que o BB dispõe de carreira técnica.
Então, se você quer trabalhar no Banco, será uma bancária.. e pode e deve aproveitar os seus conhecimentos para crescer como bancária.
abraço

Raíssa

22/03/2016

Oi Março, boa noite!
Gostei muito de sua postagem… Muito esclarecedora. Confesso que fiquei ainda mais interessada em seguir a carreira bancária, principalmente no Banco do Brasil! Atualmente, trabalho como jovem aprendiz bancária em um banco privado, mas tenho bastante vontade de ser funcionária do BB. Gostaria que você me tirasse umas dúvidas: o BB dispõe do sistema de comissões para os funcionários, a medida que os mesmos realizam as vendas de seus produtos, como nos bancos privados? E quanto às promoções dos cargos, costuma durar quanto tempo para o escriturário recém-admitido se tornar um gerente geral? O pré requisito mais importante para o funcionário ser promovido é se ele vende bem, ou não?
Desde já, obrigada!!

Marco Gomes

22/03/2016

Oi Raíssa,
Obrigado por ter passado por aqui e também pelo comentário.
Vamos por partes…
O sistema de remuneração variável do BB é a PLR (Participação nos Lucros e Resultados), paga semestralmente, com base no lucro do Banco. Não existe remuneração por comercialização de produtos e serviços (comissão sobre vendas), como existe em outros bancos.
O tempo para se tornar gerente geral depende muito… não há uma regra que possa estabelecer um prazo.
Depende do funcionário, dos seus chefes, do lugar onde ele está, na hora que ele está… sei que não responde, mas é mais ou menos assim… não existe este tempo médio de promoções.
Já vi gerente geral ser nomeado com 3 anos de Banco, e também funcionários que, mesmo querendo, nunca chegaram a gerente.
Eu diria que em torno de 8 a 10 anos é um tempo razoável para a primeira investidura com GG.
Vender é importante… quem sabe o principal pré-requisito (até porque se não apresenta resultado, não será promovido), mas não é o único. Também depende muito… neste caso, depende mais dos chefes.
Mas ser um bom vendedor é bastante importante. Não dá prá imaginar que uma empresa que vive de vendas vai colocar uma pessoa que não sabe vender como gerente de uma de suas filiais, não é verdade?
Beleza?
abraço

Raíssa

23/03/2016

Muito obrigada pela resposta, Marco. Atualmente trabalho como jovem aprendiz bancária e sou economista recém formada. Espero um dia poder integrar o quadro de funcionários do Banco do Brasil para estabelecer uma carreira plena. Valeu pelas dicas!!

Marco Gomes

23/03/2016

Valeu Raíssa,
Boa sorte nos seus planos
abraço

Mari

15/03/2016

Olá, boa noite!
Acabei de ser nomeada gerente de relacionamento personalizado. Muito se comenta sobre a reestruturação do BB, principalmente no que diz respeito às agências. Que alguns cargos como o gerente de carteirão irá desaparecer e que os gerentes de personalizado irão trabalhar em escritórios, fazendo somente contato com clientes via telefone…você sabe algo a respeito?
Parabéns pelo blog, adorei!

Marco Gomes

16/03/2016

Oi Mari,
Valeu por passar por aqui e também pelo comentário, obrigado!
Então Mari, eu estou fora do BB há quase um ano, e estas notícias veiculam mais nos bastidores do poder…
Embora ainda tenha esposa, filhos e amigos trabalhando no Banco, eles também não tem acesso aos bastidores… são simples mortais, como nós.
Agora, se dermos uma olhada no cenário que vem se desenhando nos últimos anos e que desponta para o futuro, nada é de se duvidar.
O Banco vem se reestruturando há muitos anos… se eu comparar o Banco que eu entrei há mais de 35 anos, ele é uma empresa completamente diferente… passei por muitas reestruturações (algumas fazendo a reestruturação, e outras tantas sofrendo ela).
Não acredito que a curto prazo as mudanças sejam tão profundas assim, até porque o Banco não pode prescindir (ainda) de seus gerentes ao vivo com os clientes.
Essas estruturas de gerentes em escritórios já existe há mais de ano e, na medida em que o Banco identifique praças onde consiga ganhar mais dinheiro com essas estruturas, ele vai implantar… e aí, reduzindo em escala o pessoal de agência.
Acho que não é o caso de desesperar… a mudança é a única coisa que não muda no Banco e no mundo de hoje. Temos que nos acostumar e encarar como um processo natural.
Tem lugar prá todo mundo, principalmente para aqueles que se identificam com os procedimentos e a cultura do BB de hoje.
Mudanças virão, com certeza… a sobrevivência depende diretamente da competência.
Espero ter ajudado,
abraço

Mari

17/03/2016

É isso mesmo…mudanças são inevitáveis e se fazem necessárias para acompanhar ou mesmo sair na frente…o negócio é manter os pés no chão, continuar performando e viver um dia de cada vez… Muito obrigada pela atenção!
Abraço!

Marco Gomes

18/03/2016

É isto Mari…
abraço e boa sorte!

Julia

09/04/2016

Eu fiquei sabendo por fontes seguras que os escritórios de personalizados já são realidade e que na agencia só vai ter atendimento carteirão, o resto será virtual. Implantação em todo brasil ainda este ano. 

Marco Gomes

09/04/2016

Oi Julia,
Valeu por passar aqui e pelo comentário.
Como eu respondi à Mari, a tendência é esta mesmo… a centralização.
O Banco ganha muito em escala com a centralização.
Não estou certo de que vão centralizar as carteiras personalizado em todo o pais… tem locais que é inviável.
O banco só vai fazer onde for vantajoso prá ele.
De toda forma,vamos aguardar prá ver o que vem por aí.
abraço

Esaú Manfredini

26/02/2016

Ola, marcos, tudo bem?
Gostaria de ser analista de valores mobiliários. Como chegar neste cargo no banco?

Marco Gomes

26/02/2016

Oi Esaú,
Valeu por passar aqui no blog e também pelo comentário.
Cara, prá ser sincero, nunca ouvi falar nesse cargo…
Vou inferir, então…
O cargo deve ser o de assessor (que é como o banco chama atualmente os antigos Analistas… vivem mudando o nome dos cargos).
Os cargos de Assessores são bem concorridos e, neste caso, o cargo é na direção geral, nas Unidades Estratégicas que lidam com o mercado aberto, possivelmente em Brasília ou Rio de Janeiro.
A concorrência segue o mesmo padrão das demais concorrências… inscrição via TAO, pontuação suficiente para ficar nas primeiras colocações da concorrência e participar do processo seletivo (se houver entrevista e tal).
Você terá que verificar quais são os requisitos para a concorrência, quais cursos pontuam mais e buscar se qualificar dentro desses requisitos, para poder concorrer com pontuação boa, e manter contato com a Unidade que você pretende trabalhar, para mostrar seu interesse e disponibilidade.
Isto leva um tempo… então é focar e meter a cara.
abraço

Mariana

23/02/2016

Olá. Parabéns !!!
Pretendo chegar à área jurídica. Sou formada em direito. Qual a média de salário sabe me falar?
Desde já agradeço.

Marco Gomes

23/02/2016

Oi Mariana,
Valeu por passar por aqui e pelo comentário.
A sua formação é pré-requisito para a área jurídica… é batalhar e correr atrás.
Eu não sei com precisão a remuneração dos advogados do banco, até porque são vários cargos possíveis, mas só prá ter uma ideia, o cargo inicial, de assessor jurídico (acho que é este o cargo), deve estar em torno de R$ 8 mil, para 8 horas diárias… principalmente na trabalhista.
abraço

Thaffarel

18/01/2016

Olá Marco…
Gostei muito desse artigo. De suma Importância
Gostaria muito que você pudesse me explicar em sequências os cargos do Banco do Brasil.
se desse no Maximo 12.
Obrigado;

Marco Gomes

18/01/2016

Oi Thaffarel,
Valeu passar por aqui e pelo comentário.
Não sei se entendi direito sua dúvida… então vou tentar pelo que compreendi…
A sequência de cargos depende da dependência (dependência é como Banco chama suas Unidades, seja agência, órgão regional, órgãos da direção geral e tal… tudo que tem um prefixo específico é uma dependência).
Então, a estrutura depende da dependência…
Se for uma agência, os cargos possíveis de serem acionados são: Escriturário, Caixa, Assistente, Supervisor de Atendimento, Gerente de Módulo, Gerente de Relacionamento, Gerente de Negócios e Gerente Geral.
A lista já está em ordem hierárquica… este desenho é o que é possível, mas nem todas as agências tem todos os cargos, depende do tamanho e nível delas. Os gerentes de relacionamento também podem ser vários, assim como os escriturários, caixas e assistentes. Gerente de Módulo e Gerente Geral, só um por agência e todas tem um de cada, o Gerente de Negócios só nas agências grandes e também só um por agência.
Daí temos as Superintendências Regionais (uma ou mais por estado), normalmente com 2 assessores (1 pessoa física e outro PJ) e o Superintendente Regional… da mesma forma, este é o desenho básico, mas pode ter mais Assessores (é mais raro).
Depois vem a Superintendência Estadual (uma por estado, exceto São Paulo que tem mais), que tem Assessores, Gerentes de Equipe, Gerentes de Mercado, e o Superintendente Estadual… são vários Assessores e alguns Gerentes de Equipe e de Mercado. Pode eventualmente ter Escriturário e Assistente, mas também não é comun.
Depois vem as Unidades Estratégicas, também conhecidas como Direção Geral, a maioria em Brasília. Nas UE são dois níveis de Assessores, Gerentes de Equipe, Gerentes de Divisão, Gerentes Executivos, Gerentes de Unidades ou Diretores. Existem Unidades que tem escriturários e Assistentes, mas também não é o desenho normal.
Esta é a cadeia da Rede de Negócios… com foco nos clientes e nos negócios, responsável pela maior fatia do resultado do Banco.
Tem também a Rede de Apoio aos Negócios, que são mais back office, ou Suporte.
A estrutura de Direção Geral da Rede de Apoio é praticamente a mesma.
Os demais Órgão que compõe a Rede de Apoio normalmente são regionais e centralizam vários estados.
Nestes Órgãos existem Escriturários, às vezes Caixas, dois níveis de Assistentes, Gerentes de Grupo, Gerentes de Setor, Gerentes de área e Gerentes Gerais. Podem ter muitos cargos… dezenas e até centenas, dependendo do tamanho e da complexidades dos serviços centralizados. Os Gerentes de Área (normalmente mais de um) e o Gerente Geral são os Administradores da Unidade.
Ainda existem outras estruturas que não vou tratar por serem exceções… o “grosso” da estrutura é o que está aqui.
O que será mais real para os novos funcionários é o desenho de agência que, na grande maioria dos casos, é o lugar onde irão trabalhar.
Espero ter atendido sua dúvida.
Qualquer coisa, retorne, ok?
abraço

Thaffarel

19/01/2016

Minha Dúvida era essa mesmo meu amigo;
Muito obrigado mesmo… …você esclareceu bem todas elas!
Abraços, e quaisquer coisa, retornarei aqui outra vez. Obrigado!

Marco Gomes

19/01/2016

Valeu Thaffarel,
Fique sempre à vontade.
abraço

F. R.

30/12/2015

Oi, ótimo site.
E sobre a cpa-10, é bom já entrar no banco com ela ou deixar para tirar depois?
Sou formado em Economia, essa graduação favorece em algo para subir de cargo na agência?

Marco Gomes

04/01/2016

Oi F.R.,
Voltando do recesso e da ressaca de final de ano…
Valeu a passagem pelo blog, obrigado.
Olha o CPA é uma das certificações legais que contam pontos no seu currículo do TAO, tanto a 10 como a 20, e são pré-requisitos para alguns cargos… ou seja, para ser um Gerente de Relacionamento, tem que ter o CPA 10, para ser um Gerente de Relacionamento Estilo, tem que ter o CPA 20, por exemplo… vários cargos de gerência precisam ter o CPA, ou não consegue nem concorrer.
Então, ter antes de entrar ou fazer depois não faz diferença, só vai fazer diferença nas concorrências internas, dai tem que ter.
Quanto à formação, as graduações e as pós graduações (especialização, mestrado, doutorado, etc) também pontuam no TAO, com pontos diferentes, dependendo da área. Os cursos que são afetos à área de atuação do Banco pontuam mais, e os que não tem afinidade com as atividades bancárias, pontuam menos.
Economia é um dos cursos que pontuam mais, assim como Administração, Contábeis, Direito, etc.
Então o favorecimento acontece nas concorrências internas a cargos comissionados.
Prá entender um pouco mais como funciona a ascensão profissional dentro do BBB, dá uma olhada no post “Como será sua carreira no Banco do Brasil” http://passenobb.marcogomes.net/como-sera-sua-carreira-no-banco-do-brasil/.
Abraço

Ramon

29/12/2015

Grande Marco, li quase todos os relatos e que belo trabalho você desenvolveu aqui.
Tenho uma pergunta, que não tem muito a ver com este artigo em si, mas com a minha situação. Minha convocação foi expedida no dia 13.07.15 e algum tempo após isso um cidadão que havia sido aprovado num concurso anterior, entrou com um processo na Vara de Florianópolis reivindicando uma das vagas que foram expedidas, alegando que elas eram da “época” do seu concurso. Enfim, o processo foi pra decisão do juiz e ele mandou travar todas as qualificações da micro para analisar o caso. Após isso, o banco entrou com pedido para que o processo subisse para Brasília. Enfim… finalmente nesse final de dezembro o processo lá foi enumerado, mas a juíza que já julgou o pedido de antecipação de tutela pedida pelo cidadão que entrou com o processo acabou não se posicionando sobre a micro estar congelada. Com o judiciário em recesso, tendo largado meu emprego lá em julho ainda, estou meio perdido na situação. Acredito que nunca antes houve algo igual, até porque os caras de Floripa nem sabiam como fariam pro processo subir pra capital.
Pois bem, escrevi todo esse rascunho de bíblia aí pra te pedir se existe algum prazo pra que o Banco cumpra com a convocação que já expediu e se há alguma chance de eu perder minha vaga – vale ressaltar que passei em primeiro na micro e quatro pessoas foram chamadas na primeira leva e o cidadão só está reivindicando a sua vaga.
Novamente, obrigado por compartilhar o conteúdo por aqui, sei que não é fácil manter o domínio ativo sem muitas propagandas e pode ter certeza que passarei o conteúdo adiante.
Bom final de ano!

Marco Gomes

29/12/2015

Oi Ramon,
Que situação…
Primeiro deixa eu agradecer você por passar aqui.
Cara, se a coisa está na justiça, tem que esperar a justiça decidir.
Não sou advogado, mas se tem uma coisa que aprendi é que decisão judicial não se discute, se cumpre.
Como a coisa saiu da esfera administrativa, não há nada que o Banco possa fazer senão esperar a decisão do juiz.
Ele pediu que o processo fosse prá Brasília, porque lá é mais fácil prá ele organizar a defesa. Como você mesmo diz, pode ser que aí em Floripa os advogados do Banco não tenham experiência para conduzir o assunto, mas o Banco tem… são muitos casos de candidatos que entram na justiça para questionar os seus direitos.
Eu particularmente não gosto disso. O Banco publica um edital, diz quais são as normas do concurso, cumpre a sua parte e depois tem que discutir direitos na justiça… enfim, cada um cada um.
Se eu estivesse no seu lugar, entraria na justiça também (antes consultaria um advogado para ver se a tese faz sentido, claro), mas acho assim: se o Banco me convocou e existe uma publicação oficial sobre o meu direito de tomar posse (resultado do concurso, carta informando minha convocação e qualificação, etc), eu entraria com um mandado de segurança para fazer cumprir o que foi publicado, ou seja, minha posse.
Como eu disse, cada um cada um, então se é prá discutir na justiça, vamos discutir lá, cada um buscando seus direitos, e o juiz que decida… no mínimo dá uma pressionada.
Ramon, isto é o que eu faria, depois de 6 meses aguardando uma solução.
Se achar conveniente, procure um advogado conhecido (se ainda não procurou) e especule sobre a possibilidade de alguma ação para, no mínimo, apressar a solução.
De qualquer forma, acredito que dificilmente você perderá sua vaga, o problema é que isto pode demorar muito tempo prá ser definido, e não dá prá ficar esperando indefinidamente, não é?
Seja bem vindo ao blog e ao BB,
abraço e boa sorte.

Marcos Carvalho

18/12/2015

Marco Gostei muito, tirou um monte de duvidas minhas. Porem ainda tenho uma, como faço depois que estiver no cargo de escriturário para trabalhar em um órgão do banco como o de Engenharia, e se a formação acadêmica pode influenciar muito ou não? Abraço!

Marco Gomes

18/12/2015

Olá Marcos,
Beleza?
Que bom que gostou do artigo… espalhe!!!
O Banco tem Órgãos Regionais em alguns estados, que abrigam a Área de Engenharia.
Os engenheiros (civil, elétrico, mecânico, florestal e ambiental) e arquitetos, cuidam da Rede Física do Banco (prédios, ar condicionado, reforma, instalação, sinalização interna e externa, etc).
Por isto é que existem Genop (Gerência de Operações) e Cenop (Centro de Serviços, Logística e Operações) em locais estratégicos do País. São nestes Centros que ficam a área de engenharia do Banco.
Você pode trabalhar como escriturário num destes Centros.
Existem também outros cargos administrativos nos Centros, que não exigem formação acadêmica na área (engenharia e arquitetura).
Agora claro, se a tua pretenção é atuar na área, a formação é óbvia.
Enquanto você atuar na área administrativa do Banco, a remoção ou comissionamento se dá da mesma forma que na Rede de Agências.
Já na Área Técnica, a transferência se dá, normalmente, através de seleção via TAO (veja o artigo que fala sobre ascensão, no blog).
Os engenheiros e arquitetos são comissionados (Assessor de Engenharia), e são selecionados dentre os funcionários do Banco… não há concurso externo para o cargo.
Espero ter ajudado.
Qualquer dúvida, fique à vontade.
abraço

Sandro

15/12/2015

Muito bom, bem explicativo.
Uma duvida. Como alguém chega ao cargo de assessor em uma regional? Por exemplo assessor de Agronegócios. Quanto tempo? Formação?

Marco Gomes

15/12/2015

Olá Sandro,
Legal que gostou do artigo.
Vamos do começo… hoje em dia, e deve continuar assim, todas as nomeações (inclusive de assessores) passam necessariamente pelo TAO, um sistema informatizado que pontua suas experiências profissionais e formação (interna e externa ao BB). De acordo com a pontuação obtida, você é ranqueado entre todos os candidatos ao cargo pretendido. Tem que ficar entre os 20 melhores classificados para poder concorrer ao cargo… esta é a parte objetiva da coisa.
A parte subjetiva é que quem escolhe é o Superintendente Regional (no caso da sua dúvida)… na maioria dos outros casos, quem escolhe é a Superintendência, ou a Regional ou a Agência (ou todos juntos, dependendo do caso), mas o que interessa é que a escolha dentre os 20 classificados no TAO é pessoal, alguém escolhe.
E, claro, como é subjetiva, quem não é escolhido sempre vai achar que o critério não foi bom, e o escolhido vai achar que o critério foi perfeito.
Uma coisa é certa: ninguém vai escolher alguém que não o ajude a fechar as metas… mesmo sendo apadrinhado, peixe, QI ou qualquer que seja o critério, quem nomeia, nomeia acreditando que o cara vai ajudar ele. Se não ajudar, ele troca, mais dia menos dia.
Quanto à formação, ela acaba pontuando no TAO. Eu diria que atualmente, no mínimo uma Pós na área que mais pontua para o cargo é pré-requisito para concorrer com alguma chance de ficar entre os 20.
Em relação ao tempo, é relativo (hehehe, sempre é…), mas é necessário o tempo de se especializar na área desejada dentro do Banco, e tempo prá mostrar o seu trabalho, para que ele seja reconhecido e recompensado. Normalmente o Regional chama um Gerente de Relacionamento para ser seu Assessor, e normalmente também, cada Regional tem 2 Assessores (só).
O cargo que você pergunta, o de assessor na Regional, quem sabe seja um dos mais desejados dentro da rede de agências, porque dali, se der conta do recado, é direto para uma gerência de agência… e normalmente uma boa agência.
abraço
Marco

Sandro

28/12/2015

Obrigado pelos esclarecimentos! Nota 10.

Marco Gomes

28/12/2015

Oi Sandro,
Obrigado pela força… pode espalhar!

Sierra Tatical

12/10/2015

Bom site, acho que achei o que procurava.

Marco Gomes

19/10/2015

Olá Sierra, que bom que você gostou.

joelma

25/09/2015

gostei muito esclarecedor…..

Marco Gomes

28/09/2015

Oi Joelma,
Que bom que vc gostou… valeu!

Comentários

sobre o autor

Olá, eu sou Marco Aurélio Gomes, Jornalista por formação, Bancário por opção e Educador por paixão... Neste espaço você pode esclarecer suas dúvidas e satisfazer sua curiosidade sobre como é trabalhar no Banco do Brasil.

Seja bem vindo!



Conheça o Curso PassenoBB... venha dar uma olhada nas aulas liberadas

Curso PassenoBB

A mais completa ferramenta de Marketing Digital do mundo... confira!

BuilderAll

Você conhece a Udemy? São milhares de cursos que podem ajudar a melhorar sua performance!

Udemy

Você já pensou em criar um curso online? Venha para o Criar Curso e veja como é simples e fácil!

Criar Curso

Meu mais recente curso, prá quem quer aprender a editar vídeos em um programa profissional e gratuito

Aprenda a editar vídeos com o DaVinci Resolve 14