BB sinaliza possibilidade de novo concurso

Quando é que vai sair o edital do Banco do Brasil?

Esta é a pergunta que mais aparece nos comentários do blog e em quase todos os grupos do concurso BB.

concurso banco do brasil

Ainda não há resposta para esta pergunta, mas na semana passada o BB publicou na sua agência de notícias interna um comunicado interessante…

O Banco reduziu de 18 para 12 meses o prazo para que os funcionários possam pedir transferência… o interstício mínimo para que os escriturários possam se candidatar à transferência para outra dependência é de 1 ano e meio… com a decisão de reduzir este prazo para 1 ano, o Banco procura facilitar a remoção de escriturários que assumiram ou se movimentaram até 31/07/2015.

A redução do prazo vale entre 15 de junho e 31de julho. Após este prazo, o interstício volta a ser de 18 meses.

Esta não é a primeira vez que o BB decide reduzir o interstício (ou pedágio, como chamamos carinhosamente) para remoção (transferência) de escriturários.

Mas afinal, o que é que isto tem a ver com um novo concurso?

De concreto nada… é verdade…

Mas é um bom indicador… um sinal.

Como eu disse aí em cima, isto já aconteceu antes, e sempre foi antes da abertura de concurso ou de planos de reestruturação que envolvia uma movimentação grande de funcionários.

O que o Banco pretende com esta redução do prazo para remoção é acomodar os funcionários que assumiram há mais de um ano, ou àqueles que querem sair de onde estão, mas ainda não cumpriram o pedágio para sair.

Isto faz com que a situação interna se acomode e que o desenho das vagas se torne mais real.

Que o BB tem vagas… muitas vagas… ninguém duvida. E mesmo que ele não queira preencher todas elas, é mais coerente o Banco acomodar a localização de quem já está trabalhando e abrir vagas para novos funcionários, do que colocar funcionário novo em locais que os que já trabalham lá gostariam de ir.

Este artigo não pretende criar falsas ilusões ou motivações para vender nada… é apenas uma notícia recente, que não foi noticiada em nenhum lugar (pelo menos que eu tenha visto).

E como não há expectativa (pelo menos até agora) de nenhuma grande movimentação de funcionários por conta de planos de aposentadoria incentivada ou de grandes reestruturações (apesar de muitos boatos, até agora não confirmados), a possibilidade de o Banco estar querendo acomodar as pretenções de transferência dos seus funcionários para verificar a real necessidade de novos funcionários é bem plausível… um bom sinal, eu diria.

Prá finalizar… como eu afirmo no título deste artigo: o Banco do Brasil  sinaliza a possibilidade de abertura de novo concurso. É isto… um sinal, uma possibilidade… vai que a luz do final do túnel não é o trem?

abraço

18 Comentários

  1. Rafael

    Olá Marcos, boa noite.
    Tudo certo?

    Deixei uma mensagem para você na sessão contato, você verifica aquela área ou devo mandar minhas dúvidas pelos comentarios mesmo?

    Um grande abraço!

  2. Luiz Filipe de C. Almeida

    Boa tarde. Gostaria que fizesse um post ou um comentário a respeito da PREVI que esta passando por momentos delicados e como isso influenciaria um funcionário do BB que contribui mensalmente. Aquela história de que se você contribui com determinada percentagem do seu salário o banco contribui com mais um tanto por você, isso ainda funciona no momento atual ou não?

    Obrigado.

    • Oi Luiz,
      Valeu a visita e o comentário.
      Cara, eu não sou a pessoa indicada para falar da Previ.
      Como eu não me associei quando retornei ao banco na segunda posse, não acompanho o que acontece com ela.
      Só acho que a Previ administra tanta grana que mais cedo ou mais tarde alguém vai quere botar a mão, se é que já não botaram.
      Como eu disse, não sei como estão funcionando as coisas por lá… fico devendo está.
      Abraço

  3. AndreaSK

    bOM DIA!
    com esses comentário do novo governo temer vender partes do banco do brasil e não ter mais concurso isso, se isso e possível a curto prazo ou podemos ainda estudar despreocupados pois leva tempo para acontecer? vc tem alguma ideia sobre esse assunto?

    • Oi Andrea,
      Valeu ter passado por aqui e também pelo comentário.
      Quanto ao governo interino, tudo é possível…
      Mas é muito prematuro para ele fazer algo como privatizar o BB, Caixa ou Petrobrás… ele não tem apoio suficiente para medidas deste naipe, e ainda é interino… não acredito que faça nada deste tipo no curto prazo e, ainda, vai encontrar muita resistência para fazer (se optar em fazer).
      Eu acho que a dificuldade de sair novo concurso não é a privatização do banco.
      Tem muitas outras variáveis que estão impedindo a realização de novo concurso… a situação econômica e política do país, a queda brusca do resultado do banco, a reestruturação da área de alta renda do banco, com fechamento de agências e extinção de muitos cargos comissionados e a mais recente fofoca que é a fusão do BB com a Caixa.
      Enfim, a venda do banco não é motivo para parar de estudar, nem as variáveis aí de cima.
      Existe defasagem do quadro e mais dia menos dia vão ter que colocar mais gente lá dentro.
      Agora, quando é que isto vai acontecer?
      Esta é a pergunta que não tem resposta.
      Só aguardando o desenrolar da história, as cenas dos próximos capítulos.
      Quanto a começar ou continuar estudando é uma decisão pessoal.
      Eu começaria… ou continuaria.
      valeu?
      abraço

  4. Chris

    Não tinha pensado desta forma que colocou. E concordo contigo, porém, acredito que vão esperar vencer o do ano que vem para unificar as regiões e fazer um concurso nacional.
    Acho bem mais lógico.
    Apesar que a economia desse jeito, nada mais é lógico.
    Um abç

    • Oi Chris,
      Vamos aguardar… já que não há nada que esteja a nosso alcance.
      Não acredito muito em unificação do concurso… o concurso já foi assim e resolveram regionalizar…é muito trabalhoso e caro (pense em mais de 1 milhão de pessoas fazendo prova no mesmo dia, no país inteiro… não é que nem o enem).
      Vamos ver
      abraço

  5. Aline

    Olá Marco, Boa tarde, estou estudando e muito para o próximo concurso do Banco do Brasil aqui no Rio de Janeiro, assim sem data provável de sua abertura… Você saberia me dizer se houve prorrogação de concurso aqui pra região sudeste? ou de fato, o banco está sem cadastro de reserva pra cá? Agradeço a atenção! Adorei seu site, mto esclarecedor!

    • Oi Aline,
      Valeu passar por aqui, e também pelo comentário.
      Olha Aline, eu não sou a pessoa ideal para te dar essas informações… eu realmente não acompanho esses assuntos de prorrogação de concurso e não consigo obter a informação sobre o cadastro de reserva… sinto muito não poder te ajudar nesses temas.
      Se eu puder sugerir, dá uma olhada nos grupos de concurseiros do BB (tem uma porção no Face)… lá o pessoal controla todas essas coisas e tem mais autoridade do que eu prá te passar essas informações.
      De qualquer forma, continue estudando… é um investimento que independe de prorrogação ou de cadastro de reserva… mais dia menos dia a coisa acontece.
      abraço e boa sorte.

  6. Matheus

    Boa observação, Marco. Como você tem bastante experiência, é até animador escutar isso. Por quê? As convocações estão quase parando. Nenhum aprovado da última seleção (2015.1) foi convocado desde a homologação 6 meses atrás. E o BB havia afirmado que só convocará os aprovados do edital 2015.1 quando convocar todos (de alguns estados) do edital 2014.2. O problema é que eles não conseguiram absorver essas pessoas no tempo planejado, prorrogaram a seleção e ainda tem aprovado de 2014 esperando – no RN tem 4 esperando há meses! Ademais, boa parte dos estados estão com excedente de funcionários devido à fusão de agências – cerca de uma centena de agências fechadas no país desde o ano passado e mais de 1200 postos de trabalho excluídos com o último Plano de Aposentadoria. Não sei bem o que esperar do BB no próximo semestre. Espero que as coisas melhorem e que as convocações voltem a todo vapor. Prestei o concurso de 2015 para um banco que sinalizou crescimento, que sinalizou real necessidade de colaboradores – se assim não fosse, eles não teriam feito um concurso no prazo de vigência de outro concurso para seis estados iguais. Agora, meses depois, a postura do banco parece ter mudado: colocaram o pé no freio. Não se posicionam para nada. O pessoal do Ceará marcou uma reunião com um superintendente para tentar obter esclarecimentos sobre essa lentidão e simplesmente não há resposta concreta. Só aquele retorno nada esclarecedor de que o banco convoca de acordo com a necessidade deles.

    • Oi Matheus,
      Então, é mais ou menos o que você diz…
      Até agora não consigo encontrar uma razão plausível para a realização do segundo concurso para a mesma região… acho que pisaram na bola, meio que sem querer.
      Tudo se complicou política e economicamente de lá prá cá, e o banco sentiu no bolso as confusões do país.
      O banco continua sinalizando crescimento, mas só quer crescimento de resultado, e aumentar despesas com pessoal não faz necessariamente o resultado crescer, daí a indecisão sobre os próximos passos.
      Eu penso assim… se eu fosse o dono do banco (ou você fosse), como agiria? Eu tenho uma defasagem de pessoal, fato. O que eu posso fazer? Aumentar o quadro e assumir o aumento das despesas, ou rever minha rede de filiais (tem locais com 3 agências do banco na mesma esquina) e rearranjar a rede, fundindo, fechando ou relocalizando as agências e remanejando o pessoal?
      Ou eu posso prestar um atendimento virtual com a mesma ou com melhor qualidade do que pessoalmente, com menos da metade do pessoal que utilizo atualmente… porque não vou experimentar, e ver o resultado para o cliente e para o banco?
      Daí que vem o fechamento e a reestruturação de agências para os escritórios de negócios, com menos funcionários e ampliação do atendimento.
      São decisões empresariais, e de acordo com a tendência do mercado financeiro nacional.
      Eu escrevi um artigo no ano passado falando sobre essa tendência que, ao que parece, vem se confirmando.
      Temos que aguardar, até porque não há nada que se possa ser feito, não depende de nós.
      E o que você afirma no final do seu comentário… embora nada esclarecedor, é a mais pura verdade: o banco convoca de acordo com a sua necessidade… é isto, em síntese.
      abraço e continue torcendo… boa sorte.

  7. Luiz Filipe de C. Almeida

    Boa tarde, gostaria de saber qual a chance, de acordo com sua experiência, de quando abrir o edital para a realização das provas, essas provas serem em datas diferentes de uma região para outra? Em suma, tem chance de sair editais seguidos ou vai sair uma data de prova pra todos os locais quando abrir o edital? Dessa forma possibilitaria eu prestar o concurso em vários estados diferentes.

    • Oi Luiz Felipe,
      Valeu a visita!
      Olha se eu tivesse que apostar, eu apostaria num único concurso e, por consequência, numa data única.
      Não vejo o Banco preocupado em ter o mesmo candidato em vários concursos… não é interessante prá ele… o que ele quer são muitos e bons candidatos, daí não ter muito sentido realizar vários concursos, se pode unificar.
      Minha opinião, fique claro.
      abraço

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *